Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 

Consumo

Primeiras impressões

Primeiras impressões

Primeiras impressões

Bela, mas oscilante

Na edição de hoje de Informática, publicamos um teste que fiz da câmera NV10, da Samsung, que chega ao mercado brasileiro mais de um ano depois de seu lançamento internacional.

O texto (AQUI, para assinantes da Folha e/ou do UOL) resume minha avaliação, mas não houve espaço para mais esclarecimentos, que espero que possam ajudar a quem está em busca de uma câmera digital.

A NV10, além de uma belezinha, é um produto razoável para quem gostar de fotografar paisagens, fazer retratos ou compor cenas. Os controles pela matriz de botões funcionam bem (foto Filipe Redondo/Folha Imagem), uma vez que você tenha lido o manual (melhor ver a versão em PDF, mais completa do que a impressa) e treinado um pouquinho.

Suas imagens de alta definição (até 10 Mpixels) podem ser trabalhadas pelo software Digimax Master, que vem em CD e oferece divertidos modos para modificar as fotos, transformando-as em obras de arte artesanais.

Os recursos da NV 10 para gravação de vídeo e som também são razoáveis _o limite para o tamanho do vídeo, por exemplo, é apenas a capacidade de armazenamento, e você pode congelar e copiar imagens do clipe.

Mas a câmera da Samsung não é nem um pouco razoável se você busca agilidade e gosta de trabalhar com instantâneos, "roubar" imagens. Apesar de uma batelada de recursos para acertar foco, velocidade, iluminação e controle de movimento, ela precisa de condições ideais para trabalhar bem.

Como disse na Folha, o manual já alerta que "sob certas condições o sistema de focalização automática não tem o desempenho esperado". Alguns exemplos: "ao tirar uma fotografia de um objeto de pouco contraste; se o objeto refletir muito ou se for brilhante; se o objeto estiver se movimentando em alta velocidade; quando houver reflexão de uma luz forte ou quando o fundo for muito brilhante; quando o objeto tiver somente linhas horizontais ou se for muito estreito (como um palito ou uma haste); quando os ambientes estiverem escuros".

Por causa do design da câmera, com o botão de liga/desliga muito próximo do disparador, é posssível incorrer em erro fatal ao tentar fotografar algo que exija ação rápida: o dedo pode escorregar e desligar a máquina em vez de bater uma foto.

E, para mim, além das fotos com resultados apenas medianos, a grande decepção foi exatamente o recurso que me fez desejar testar a câmera.

O material de divulgação distribuído à imprensa informava que o modo de reconhecimento de texto da NV10 "permite fotografar livros, papéis, revistas, documentos e extrair texto da imagem gravada, utilizando o software de reconhecimento de imagem Digimax Reader".

Fui logo testar esse recurso e, para encurtar a história de minhas idas e vindas, o resumo da ópera é o seguinte: o tal programa que faz a "mágica" não vem com a câmera; no CD, estão apenas o Acrobat Reader (basicamente, para ler o manual, disponível em português) e o Digimax Master.

Quanto ao Reader, o primeiro resultado de uma busca no Google é bem ilustrativo: "Samsung users: where is the Digimax Reader software ?" (Usuários Samsung: onde está o Digimax Reader?). Desisti.

Escrito por Rodolfo Lucena às 09h31

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Treo 680 tem antena interna

Treo 680 tem antena interna

Não pensaram nisso antes?

Ao colocar aos mãos no Treo 680 a primeira coisa que vem à cabeça é: onde é que foi parar aquela anteninha característica da linha? Escafedeu-se.

 O mais recente modelo da Palm a chegar no Brasil deu uma recauchutada no visual: além de ter antena interna, ele é mais fino que seus antecessores -- e por isso, mais confortável de ser levado de um lado para o outro.

Segundo o vice-presidente para América do Sul da empresa, Alexandre Szapiro, é tudo uma questão de amadurecimento do produto. "O Treo poderia ser menor do que ele é, mas não para o que ele faz. Seria preciso sacrificar a performance em detrimento do design", afirmou.

De acordo com Szapiro, a tela poderia ter a metade do tamanho, o processador poderia ser menor, o teclado poderia ganhar teclas de função dupla e a conexão poderia ser Wi-Fi. Tudo isso, porém, causaria impactos no uso do aparelho.

Ficaria mais difícil trabalhar numa tela reduzida e num teclado múltiplo, o desempenho poderia cair por conta do chip condensado e a bateria poderia não agüentar até o final do dia, devido à demanda do Wi-Fi.

"O objetivo é conseguir maior potência com economia de combustível", exemplificou Szapiro, dizendo que, enquanto isso não é possível, nada de inovações -- daí a demora na implantação da antena interna.

O teste do Treo 680, que tem sistema Palm OS, push e-mail e chega ao Brasil pelas mãos da operadora Claro (R$ 999) está na edição de hoje do caderno "Informática" (pg. F10).

Escrito por Mariana Barros às 23h06

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sony Ericsson apresenta novidades

Sony Ericsson apresenta novidades

Coisa fina

Mede meros 9,4 mm o Walkman W880 (R$ 1.699, acima), um dos seis novos celulares apresentados hoje pela Sony Ericsson e que chegam no Brasil ainda neste semestre. Ele vem com cartão de 1 Gbyte para armazenar músicas e câmera de 2 Mpixels.

Entre as novidades, estão também o Walkman W580 (R$ 999), o primeiro da marca com design slider (para abri-lo, a parte de cima desliza sobre a de baixo) e que vem com medidores de performances esportivas, e o K550 Cyber-shot (R$ 849), que tem cara de câmera fotográfica e guarda as imagens em uma memória interna de 64 Mbytes.

Escrito por Mariana Barros às 17h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ingresso no celular não passa em teste

Cinema no portátil

 

A Claro e o Cinemark lançaram recentemente um serviço de ingresso de cinema no celular. Funciona assim: você faz a compra no site Ingresso.com paga com cartão Visa e, em vez de ter que imprimir o ingresso ou retirá-lo na bilheteria, ele é entregue via SMS no seu celular.

 

Aí, basta apresentar o celular com a mensagem na entrada da sala de cinema e entrar para assistir o filme.

 

No domingo retrasado (18/03) fui ao cinema ver “Cartas de Iwo Jima” com mais três pessoas no Cinemark do Shopping Eldorado e aproveitei para testar o serviço.

 

Fiz toda a compra no site e, no momento de pedir a entrega por celular (depois que a compra já está finalizada), o site exibia uma mensagem de erro, dizendo que a mensagem com o ingresso não havia sido enviada.

 

O site tranqüiliza o usuário dizendo que, caso haja algum problema com a entrega do tíquete por celular, basta retirar o ingresso na bilheteria do cinema; foi o que fizemos.

 

Ao chegar no cinema, fomos informados de que teríamos que aguardar na mesma fila de quem comprava o ingresso na hora para retirar nossos tíquetes, apesar de já termos feito o pagamento e pagado taxa de conveniência.

 

Aguardamos, e ao chegar ao guichê a funcionária nos informou de que teríamos que esperar a vinda do gerente, o único que poderia imprimir o ingresso. Ela disse ainda que “como você escolheram a entrega no celular e não funcionou, agora têm que esperar”.

 

Depois de algum tempo, o gerente veio, imprimiu o ingresso e nem ele nem nenhum funcionário deram explicação para a demora ou pediram desculpas pelo ocorrido. Entrei em contato com a Claro e com o Cinemark e contei o que tinha acontecido.

 

A Claro pediu desculpas e disse que deve ter havido um problema pontual com o recebimento do meu ingresso, pois outros clientes conseguiram receber a mensagem no celular no mesmo dia em que fiz o meu teste.

 

A Cinemark disse, sobre o atendimento, que vai reforçar o treinamento dos funcionários do cinema e fez um teste em que enviou um ingresso para o meu celular; esse teste foi bem-sucedido.

 

Também refiz o teste completo (fazendo toda a transação no site Ingresso.com) na segunda-feira, a pedido da Claro; neste teste, também não houve problemas e a mensagem chegou normalmente.

 

Minha primeira experiência com o serviço foi negativa; quando ele funciona, porém, é bastante prático e rápido.

 

Dá para comprar ingresso e receber no celular para os Cinemarks Iguatemi (SP), Market Place, Eldorado, Villa Lobos, Tamboré, Higienópolis, Santa Cruz, Botafogo, Center Norte, Shopping D, Downtown, Central Plaza, Tatuapé, Niterói, Campinas e Mueller. Mais informações aqui.

POR PAULA LEITE

Escrito por Mariana Barros às 06h09

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vídeo

Vídeo

Filmes+internet

A Archos está lançando o 704-WiFi, um tocador de vídeo e música com tela de 7 polegadas sensível ao toque (virou moda), 80 Gbytes de memória e, claro, Wi-Fi.

Além de surfar na internet, o usuário poderá baixar filmes de lojas on-line pela internet sem fio. O aparelhinho ainda funciona como DVR, gravando vídeos direto da TV ou do aparelho de DVD. Por US$ 549,99 nos EUA.

Foto: Reprodução

Escrito por Paula Leite às 17h27

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tocador de vídeo

Tocador de vídeo

Tudo se vê

 A Sony entrou na arena dos tocadores de vídeo, anunciando o lançamento da linha Walkman NW-A800, em modelos com capacidades de 2 Gbytes, de 4 Gbytes e de 8 Gbytes. Com lançamento na Europa previsto para abril pelo preço de 180 euros, o portátil tem tela de 2 polegadas, dimensões de 44x88x9 milímetros e pesa 53 gramas.

Escrito por Mariana Barros às 11h46

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Supermouse

Supermouse

Dedal navegante

O MS601BK, da Logisys, é um mouse óptico que permite controlar o cursor apenas com o movimento dos dedos. 

A engenhoca se prende ao dedo indicador e conta com a ajuda do polegar e do dedo médio para controlar os botões direito e esquerdo e a rolagem. O preço ainda não tinha sido divulgado no site da fabricante.

Escrito por Mariana Barros às 15h29

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Enquanto isso nos EUA...

Enquanto isso nos EUA...

Holofotes para God of War II

Nada de PS3, Wii ou Xbox 360, o jogo mais legal da temporada ainda é do PlayStation 2. Basta ligar a TV aqui nos EUA ou passar em uma loja de jogos para se deparar com a megacampanha de lançamento de God of War II. O toque curioso fica para o slogan do comercial do violento épico: O fim começou. Soa como um anúncio oficial da Sony avisando que do mato do PS2 não sairá mais nenhum coelho...

Escrito por Juliano Barreto às 11h51

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Novo Windows

Novo Windows

Vista à vista


O editor de Dinheiro desta Folha, Sérgio Malbergier, estava na loja de São Paulo onde a Microsoft deu o pontapé inicial das vendas do Vista. A seguir, ele conta o que observou.

"Fui comprar um forno de microondas no Extra do Itaim (SP) às 23h30 de segunda-feira e me deparei com o tão propagandeado lançamento global do Windows Vista.

"Era muito mais um "evento empresa" que uma corrida maluca em busca do último grito em software.

"Coquetelzinho (bem aquém do poder de compra da empresa de Bill Gates), fotógrafos contratados pela Microsoft, funcionários e gente do setor do tipo que não perde uma boca livre.

"E os consumidores ávidos pelo Vista? Eram poucos, muito poucos. E mais provavelmente ávidos pelos prêmios e promoções do que pelo produto em questão. Estavam sentados em cadeiras de plástico esperando a meia-noite.

"Pelo alto-falante, o Extra anunciava o que ganhariam pela espera: do primeiro  ao décimo comprador, um pacote do Windows Office, do 11º ao 20º, um brinde menor, do 21º ao ???

"Não contei, mas talvez não tivesse muito mais do que 20 pessoas. Não, não foi dessa vez que nós brasileiros nos animamos tanto com um software a ponto de encararmos chuva, neve e vento para comprar o brinquedinho primeiro que os outros."

Escrito por Rodolfo Lucena às 18h23

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Software livre

Software livre

Sem janelas

A Dell está oferecendo uma alternativa aos consumidores que não quiserem uma máquina com sistema operacional Windows instalado. A empresa optou por oferecer os sistemas de código aberto, o FreeDos e a distribuição Linux Red Hat Enterprise.

O primeiro está presente nas máquinas da linha Dimension n Series Desktops, voltada aos usuários domésticos e que oferece preços bastante competitivos, a partir de US$ 509.

Modelo da linha n Series Desktops

Também é o FreeDos que recheia a linha de computadores empresariais OptiPlex n Series Desktops, que custam a partir de US$ 384.

O Linux vai habitar as máquinas mais voltadas ao processamento de dados da linha Dell Precision Workstations, que custam a partir de US$ 799.

Saiba mais no site da Dell.

Escrito por Mariana Barros às 11h11

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Portáteis

Portáteis

LG lança supernotebooks

A LG lançou hoje três notebooks com o processador de núcleo duplo Intel Core Duo 2.  O S1, o W1 e o LW25 são compatíveis com o novo sistema operacional da Microsoft, o Windows Vista, que será lançado na semana que vem. Os preços dos novos portáteis variam de R$ 7.999 a R$ 9.999. O S1 tem tela de 15,4 polegadas, grava e lê CDs e DVDs, tem Bluetooth e controle remoto. Essas últimas características também estão no W1, que tem tela de 17,1 polegadas e áudio Dolby Home Theater. O LW25, de 12,1 polegadas, tem especificações aproximadas.
 
(Foto do LW25, reprodução)

Escrito por Mariana Barros às 15h03

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

LIVROS

LIVROS

Lambe-lambe

Steve Jobs, da Apple, certa vez disse que sua empresa fabrica produtos tão lindos que dá vontade de lambê-los --verdade. No mundo eletrônico, a aparência pode contar tanto quanto a eficiência, ainda mais quando o desenho do produto determina o sucesso ou o fracasso da relação entre ele e o usuário.

O assunto já é objeto de estudo de especialistas como Bill Moggridge, da empresa de design Ideo, que acaba de lançar o livro "Designing Interactions" (ou desenhando interações, acima), uma coletânea de entrevistas com estudiosos do assunto. Ainda não publicado no Brasil, ele tem conteúdos disponíveis para download como capítulos, entrevistas e partes do DVD que acompanha o livro --tudo em inglês.
Exaltando o quanto os eletrônicos precisam ser intuitivos e atraentes, Moggridge analisa os últimos lançamentos da indústria e os rumos do design de eletrônicos. Se tudo der certo, quem sabe num futuro próximo os eletrônicos possam ser avaliados não só por Gbytes e Mpixels mas também pela vontade que provocam de lambê-los ou não.

Escrito por Mariana Barros às 11h37

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

NOTEBOOKS

NOTEBOOKS

Olho mágico

A Asus anunciou o lançamento do primeiro notebook com visor externo, o W5Fe. O intuito do novo design é fazer uso da função SideShow do novo sistema operacional da Microsoft, o Windows Vista, que tem estréia prevista para o dia 30 deste mês.
Na tela externa de 2,5 polegadas, será possível checar e-mails, exibir fotos, vídeos e informações de calendário de maneira mais fácil, sem ter de abrir o notebook. O visor contará ainda com 1 Gbyte de memória flash e, segundo a fabricante, terá autonomia para 50 horas de funcionamento e sincronização de dados com o conteúdo armazenado internamente no notebook. O preço do portátil deverá ficar entre US$ 1.799 e US$ 1.899 e as vendas estão previstas para começarem após o lançamento do Vista.

Escrito por Mariana Barros às 11h08

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

CELULARES

CELULARES

W200 Walkman chegando


Previsto para chegar às prateleiras brasileiras a partir de abril, o novo telefone portátil da Sony Ericsson  irá, segundo a fabricante, ajudar a popularizar os celulares com função tocador. Seu preço, porém, ainda não foi divulgado. Sabe-se que ele virá com um cartão de memória incluso, um Memory Stick Micro, de 128 Mbytes --suficiente para pouco mais de 40 canções de três minutos cada uma--, câmera VGA com zoom digital de 4x e álbum para armazenamento e compartilhamento de fotos, além de porta infravermelho e viva-voz. É esperar para ver.

(Foto Divulgação)

Escrito por Mariana Barros às 18h23

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

MACWORLD

MACWORLD

Ainda sobre o iPhone

O telefone da Apple chega às lojas dos Estados Unidos em junho, pela operadora Cingular. O aparelho chega no quarto trimestre à Europa e em 2008 à Ásia, mas previsão de lançamento no Brasil ainda não há.

Vamos aos detalhes: o iPhone tem uma tela de 3,5 polegadas, capacidade de 4 Gbytes ou 8 Gbytes, usa o sistema operacional OS X, tem Bluetooth e Wi-Fi (802.11b ou 802.11g) e se conecta à rede EDGE. O aparelhinho tem ainda uma câmera de 2 Mpixels, bateria para conversar durante 5 horas ou ouvir música por 16 horas e pesa 135 gramas.

O preço será de US$ 499 (versão de 4 Gbytes, cerca de R$ 1.070) e US$ 599 (versão de 8 Gbytes, cerca de R$ 1.290).

Escrito por Paula Leite às 16h37

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

O Blog de Tec é uma extensão da cobertura sobre tecnologia da Folha. É produzido por Alexandre Orrico, Emerson Kimura e Rafael Capanema.

BUSCA NO BLOG


SITES RELACIONADOS

RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. � proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.