Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 

Site americano explica em vídeo o meme brasileiro "Tenso"

Eu não sabia que o ótimo site Know Your Meme, dedicado a explicar os fenômenos virais da internet, produzia vídeos.

Só tomei conhecimento disso ao ver este, sobre o brasileiríssimo meme "Tenso" (sobre o qual já falamos na Folha):

Escrito por Rafael Capanema às 20h33

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Participe do curta de Spike Jonze: basta ter uma conta no Facebook

Lindo, lindo, lindo.

A tríade de epítetos repetidos é para o curta de internet "I'm Here", do cineasta norte-americano Spike Jonze, que narra a história de amor entre dois robôs em Los Angeles.

Caso o internauta queira participar, basta ter uma conta no Facebook e dar autorização para execução de um aplicativo do site.

Mas ela não é necessária para assistir esse belíssimo filme do século 21: basta pular esse passo e assisti-lo.

E, mais do que tudo, Spike Jonze toca nas feridas pós-modernas a partir de metáforas singelas e nada piegas --como a solidão do robô conectado a uma USB, após um longo dia de trabalho-- para chegar àquelas coisas que realmente importam na vida.

São 30 minutos de filme, mas arranje tempo. Porque vale a pena (:

Clique e veja aqui (mas precisa ter Flash instalado no computador)

(Via minha amiga Claudinha)

Escrito por Marina Lang às 17h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Livro Livre é rede social para libertar obras esquecidas na sua estante

Para quê serve um livro guardado na estante, escondido no armário, abandonado em cima da mesa? Para nada, certo?

Então deixe outra pessoa ter a oportunidade de ler seus livros. Tire a poeira da capa e liberte-os neste mundo para que encontrem novos leitores com a ajuda do Livro Livre, uma espécie de rede social que defende a ideia que livros são patrimônio cultural de todos e não devem ter donos.

A ideia é simples: cole a etiqueta, disponível para impressão no site, dentro do seu livro, vá até algum lugar público (shopping, bar, restaurante, praça ou qualquer outro local movimentado) e liberte-o. Esqueça-o numa cadeira, em cima de alguma mesa ou num banco qualquer.

Quem encontrá-lo vai ler na etiqueta: "Este livro não é um presente! Não importa como ele chegou nas suas mãos, ele não é seu e nem de ninguém. Ele é livre. Leia-o, diga-nos o que achou e passe-o adiante".  Abaixo do texto um código para ser inserido no site do Livro Livre, que vai permitir o ex-dono do livro a saber que ele foi encontrado e está em boas mãos.

E aí, pronto para libertar algum livro? :)

Escrito por Alexandre Orrico às 19h02

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

iReader, para Firefox e Chrome, permite ler sem distrações

Meu recurso preferido do Safari, navegador da Apple, chama-se Leitor.

Funciona assim: se você estiver em uma página que contém um texto --uma reportagem, um artigo, um post de blog etc.--, ele mostra um botãozinho na barra de endereços com a inscrição "Leitor".

Ao clicar nele, a página toda é obscurecida, ocultando eventuais distrações (anúncios, barras laterais, cabeçalhos) e exibindo em destaque apenas o essencial: o texto.

Se você usa o Chrome ou o Firefox, pode ter uma experiência bem parecida com o complemento iReader, que uso diariamente e recomendo.

Escrito por Rafael Capanema às 23h37

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

John's Phone, o anti-smartphone

 

O caderno Tec desta semana traz uma edição especial sobre smartphones. Mas nem só dos "celulares inteligentes" vive o mercado. Criado na Holanda, o John’s Phone --"O telefone celular mais simples do mundo"-- foi feito para quem é avesso a aplicativos, agendas eletrônicas e ringtones.

 

Com apenas um pequeno visor na parte superior do aparelho, o celular conta com o menor número de teclas possível. Além do teclado numérico, há um botão "On/off", um de volume, o botão Hello, para iniciar ligações, e o Bye, para finalizá-las.

O John’s Phone conta, ainda, com cinco modelos, que se diferenciam apenas pelas cores. Às versões Tree (marrom), Grass (verde), Sweet (rosa) e Business (preta), junta-se o modelo Snow (branco), que ainda não chegou ao mercado e está disponível em pré-venda.

Acompanhando o John’s Phone, há acessórios exclusivos: um bloco de anotações e uma caneta. Ambos se encaixam perfeitamente na parte de trás do celular, para que o usuário tenha sua agenda de anotações sempre à mão --e sem que o aparelho precise ser ligado.

Segundo o fabricante, o John's Phone é desbloqueado, sendo compatível com qualquer chip e com todas as frequências de rede, com exceções no Japão e na Coreia do Sul.

Tudo isso pode ser adquirido na Europa pela bagatela de €69,95 (R$ 162), no caso do modelo Snow. Os demais saem por €79,95 (R$ 186).

Na geração do iPhone, do BlackBerry e dos smartphones com Android, fica a pergunta: em nome de uma vida sem complicações, seria interessante ser dono de um John’s Phone?

Escrito por Luiz Gustavo Cristino às 21h55

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Saiba mais sobre a inclusão digital na Índia

Em 2002, o jornalista Rory O'Connor visitou a Índia e montou uma reportagem boa sobre inclusão digital na Índia.

Um dos fatos engraçados foi o de ele ter encontrado um computador acoplado a uma parede em uma favela. Veja mais:

Escrito por Amanda Demetrio às 23h49

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Colorindo um videoclipe em Flash com a banda Au Revoir Simone

As fofas do Au Revoir Simone --banda indie declaradamente preferida do cânone do cinema David Lynch-- lançaram nesta segunda um videoclipe totalmente construído em Flash na internet.

A ação é sobre a música “Knight of Wands”, que está de fora do terceiro álbum da banda, cujo título é "Still Night, Still Light".

O videoclipe tem a intenção de ser um desenho musical interativo de colorir. 

Enquanto ouvem a música, os usuários devem pintar as imagens das três integrantes dessa banda do Brooklyn, New York --Heather D’Angelo, Erika Forster e Annie Hart.

Depois, é só compartilhar nas redes sociais e no Flickr com amigos. (:

Aqui, ó: theknightofwands.com

 

E logo aqui, uma musiquinha delas para animar o finzinho de segunda-feira de todo mundo.

 

 

 

 

 

Escrito por Marina Lang às 18h22

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Untappd é rede social para amantes de cerveja

 

Frequentadores de boteco, amantes de cerveja, defensores do consumo do álcool e bêbados em geral: o Untappd é uma rede social feita especialmente para nós. Baseada em geolocalização, como o Foursquare, a ferramenta serve para você compartilhar o lugar que está frequentando, bem como a marca e o tipo da cerveja consumida no momento. Pela busca você pode encontrar outros usuários que estejam perto e, quem sabe, conhecer outros adoradores desta bebida tão essencial para a vida.

É possível ainda conferir qual é a cerveja mais consumida na rede e pesquisar avaliações sobre o sabor, preço e nível alcoólico das várias versões do suco de cevada, além de poder fazer suas próprias considerações.

O site funciona no computador e também tem aplicativos para iPhone, BlackBerry, Palm Pre e celulares com Android. Apesar de estar em inglês, dezenas de brasileiros já estão registrados (45 apenas em São Paulo) e podem utilizar o sistema normalmente. Você pode integrar seu perfil no Untappd com o Facebook e o Twitter -- e o site usa a base de dados do Foursquare, para que não tenhamos o trabalho de cadastrar todos os endereços e locais de nossos bares preferidos.

Um brinde ao Untappd! :)

Escrito por Alexandre Orrico às 17h03

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Não existe foto ruim. Você é que não aplicou um efeito vintage

Nas últimas semanas, muita gente que sigo no Twitter tem usado o Instagram para compartilhar fotos --entre essas pessoas, minha ex-colega de Folha e grande amiga Daniela Arrais.

O Instagram é um programinha gratuito para iPhone e iPod touch que permite aplicar facilmente efeitos vintage/descolados às suas fotos, como se elas tivessem sido tiradas com uma Polaroid ou uma Lomo.

As imagens podem ser vistas no site do Instagram, em um layout minimalista e elegante (veja um exemplo).

Mas o serviço ainda é um pouco limitado. É possível seguir seus amigos e "gostar" das imagens deles, mas não dá, por exemplo, para ver no site todas as fotos tiradas por uma pessoa, como em um perfil no Flickr.

De qualquer forma, gostei da brincadeira. Apliquei efeitos superchiques a algumas fotos medianas que tirei (essas acima) e estou me sentindo um artista!

Escrito por Rafael Capanema às 16h12

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

E se "A Rede Social" tivesse sido dirigido por...

O site College Humor publicou um divertido vídeo parodiando "A Rede Social", filme que conta a história de Mark Zuckerberg e dos demais cofundadores do Facebook.

Os criadores do vídeo levantam outras possibilidades de diretores para a obra, como Quentin Tarantino ("Pulp Fiction - Tempo de Violência"), Michael Bay ("Bad Boys" e "Bad Boys II"), Guillermo Del Toro (do mexicano "O Labirinto do Fauno") e diversos outros.

"A Rede Social" foi dirigido por David Fincher ("O Curioso Caso de Benjamin Button") e estreou nos cinemas norte-americanos no dia 1º de outubro. No Brasil, o filme está previsto para chegar às telonas no dia 3 de dezembro.

Confira abaixo a paródia, que está em inglês:

Escrito por Luiz Gustavo Cristino às 20h44

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

RIM faz vídeo para demonstrar velocidade do PlayBook

Outro concorrente de peso para o iPad é o PlayBook, tablet desenvolvido pela RIM, fabricante dos celulares Blackberry. A demonstração da empresa mostra que o aparelho tem potencial para fazer frente ao campeão de vendas da Apple. Um dos exemplos mostra a velocidade de abertura de sites nos dois dispositivos.

Mas quanto será que a RIM favoreceu seu aparelinho na demonstração? Só saberemos ao ter uma unidade em nossa mão para testes =)

Escrito por Amanda Demetrio às 18h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pulse, leitor de notícias para iOS e Android, agora é gratuito

O Pulse, elegantíssimo leitor de notícias para iPad, iPhone, iPod touch e Android, agora é gratuito.

A notícia está na primeira página do caderno de negócios do "New York Times", o mesmo jornal que, em junho, fez o aplicativo ser retirado temporariamente da App Store, loja virtual de aplicativos da Apple, por uso indevido de conteúdo.

Mais informações no blog oficial do Pulse.

Escrito por Rafael Capanema às 23h46

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Uma vida toda no Facebook

Sob o som de Rolling Stones --uma das minhas bandas favoritas! haha-- o artista Maxime Luère criou esse curta bacanérrimo de internet, narrando todas as agruras do Facebook e mostrando o quanto redes sociais fazem parte da nossa vida 2.0. (:

Conheça mais o trabalho do moço no site dele. Aqui, ó.

Via The Next Web

Escrito por Marina Lang às 15h09

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

iPhone se transforma em controle para game do iPad

 

O site TechCrunch publicou, recentemente, vídeos da versão 1.2 do game The Incident para iPad, lançado pela Big Bucket Software. O game permite a comunicação entre o iPad e o iPhone. Enquanto o primeiro exibe a tela do jogo, o segundo funciona como joystick, para controlar o personagem.

O game custa US$ 1,99 na loja virtual da Apple.

A empresa anuncia, ainda, a possibilidade de conexão com a TV na próxima versão, a 1.3 de The Incident, mas não detalha como isso será possível. Atualmente a conexão por cabos permite a reprodução de vídeos e músicas na TV, mas não de aplicativos.

Confira o iPhone sendo usado como controle e as imagens do game na TV nos vídeos abaixo:

 

 

Escrito por Luiz Gustavo Cristino às 19h38

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vídeo mostra campo de rastreamento do Kinect

O novo controle de Xbox da Microsoft, o Kinect, possibilita que o usuário controle os jogos com o uso do seu corpo. Um usuário decidiu procurar a fundo o modo como a tecnologia funciona. Ele filmou o controle em ação com a câmera no modo visão noturna. O resultado final é impressionante. Atente para como funciona o campo de rastreamento do controle.

Escrito por Amanda Demetrio às 00h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Samba do Facebook

Do Coletivo Gia, da Bahia. Nasceu clássico.

Amor de facebook by sambagia

Edit: Em tempo, boa trilha sonora para essa entrevista aqui, que está no caderno de Equilíbrio da Folha desta terça.

Escrito por Marina Lang às 15h10

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Detroit, a rainha da cultura do vinil, agora mapeada na web

Se há como demarcar uma capital dos discos de vinil, por que não Detroit, a sede máxima da Motown Records? :)

Uma das pedras fundamentais da música negra, no geral, com ênfase no hip-hop, no techno, na soul music e no gospel, a cidade abrigou uma cena musical bastante prolífica --pode-se afirmar isso a respeito de todas as décadas, sobretudo entre 1960 e os anos 00.

Agora, em respeito pleno a essa tradição musical, alguns internautas resolveram mapear todas as gravadoras da cidade, indies ou não, de todas as eras dessa cidade predominantemente industrial.

O resultado pode ser conferido no Google Maps, bem aqui, com todas as referências, endereços e informações sobre os selos e gravadoras.

E, abaixo, faço questão de deixar uma pequena seleção musical bastante detroitiana. Cronologicamente, é claro. Divirtam-se.

David Ruffin - “One Of These Days” - 1960



Jr. Walker All Stars - “Twist Lackawanna” - 1962



Martha Reeves - “Sweet Darlin’” - 1968




Jack Ashford & The Sound Of New Detroit - “Do The Cho Cho” - 1975



A Number Of Names - “Sharevari” - 1981



Audi. D - “Just Chillin' (Def Longer Mix For Radio)” - circa 1987



Jeff Mills - “Growth” - 1994



Detroit Sex Machines - “The Funky Crawl” - 2001


 
Underground Resistance - “Transition” - 2002

Escrito por Marina Lang às 20h29

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fantasias de Halloween copiam consagrados personagens dos games e do mundo nerd

O Hallowen (Dia das Bruxas, no Brasil) é uma época do ano propensa à criatividade. A data permite que alguns façam homenagens aos seus personagens de videogames ou a ícones do mundo nerd. Veja algumas das ideias que rolaram:

Philip J. Fry, do Futurama:

O elenco do jogo Team Fortress:

Personagem do jogo Minecraft:

O assassino Ezio Auditore de Firenze do jogo Assassin’s Creed II:

Uma brincadeira com o vídeo do YouTube que virou febre Double Rainbow:

Personagem do jogo Borderlands:

Blocos de tetris:

(Via Geekosystem)

Escrito por Amanda Demetrio às 18h47

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Olha o que a Apple fez...

.. com uma estação de metrô lá nas vizinhanças do Lincoln Park, em Chicago.

 

ANTES

 

DEPOIS

 

 

Sensacional, não? Trata-se de um investimento de revitalização urbana da companhia, cujo valor está estimado em US$ 4 milhões, e que foi executado junto à construção de uma varejista da companhia da maçã nas redondezas.

Claro que a empresa de Steve Jobs não dá ponto sem nó: a Apple quer que a estação se denomine, a partir de agora, como "Apple Red Line". A companhia de tráfego local não descartou a hipótese, e está analisando o pedido. E claro que, aceito ou não, devem pulular anúncios da companhia por lá...

Você acha que seria bacana se empresas de tecnologia investissem em regiões mais desgastadas das cidades brasileiras? Ou que essa aliança entre público e privado não deve existir? Dê sua opinião! (:

Informações via Chicago Tribune e Good.

Escrito por Marina Lang às 19h32

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Site propõe passeios surpresa pelo Street View

Direto no computador, agora dá pra realizar aquele sonho adolescente de sair pelo mundo sem destino certo. O site MapCrunch propõe lhe fornecer destinos surpresa pelo mundo para que você passeie pelas fotos do Google Street View.

Foto do Japão, escolhida pelo site (Crédito: Reprodução)

Para usar, é preciso selecionar o país (ou os países) pelo qual você quer ser guiado e clicar no botão Go. Também é possível escolher o destino escolhendo apenas um continente.

Escrito por Amanda Demetrio às 18h13

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mesa touchscreen conectada a iPhone vira iPhone gigante

Lembra quando o iPad foi lançado e disseram que ele não era nada mais do que um iPhone gigante?

Bem... Isto sim é um iPhone gigante:

Mais informações aqui.

Escrito por Rafael Capanema às 18h08

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

O Blog de Tec é uma extensão da cobertura sobre tecnologia da Folha. É produzido por Alexandre Orrico, Emerson Kimura e Rafael Capanema.

BUSCA NO BLOG


SITES RELACIONADOS

RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. � proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.