Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 

Mágico usa iPad em apresentação

Ilusionismo

Shinya é um mágico que usa um iPad em seus números. Conheça:

(Via Mashable)

Escrito por Amanda Demetrio às 18h42

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil) completa 15 anos hoje

Efeméride

Hoje, 31 de maio, o CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil) completa 15 anos, data que é considerada um marco da internet comercial brasileira.

Saiba mais sobre o aniversário no site do CGI.br.

Escrito por Rafael Capanema às 16h58

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

5 complementos para o navegador Firefox

Extensões

Firefox, Internet Explorer, Google Chrome, Safari, Opera... São várias as opções de navegadores, cada um para um perfil diferente. Não existe uma resposta simples sobre qual é o melhor. A minha experiência pessoal aponta para o Firefox, embora o Chrome seja reconhecidamente mais veloz.

O que me faz escolher a raposa? O principal motivo é a grande quantidade de extensões. Elas ampliam e personalizam o uso do browser, que fica com a "cara" do usuário. E nesse quesito, o Firefox está muito na frente. O navegador do Google possui apenas 50% do número total de complementos do FF. Para dar uma idéia do que essas extensões podem fazer, selecionei 5 delas, obrigatórias na minha opinião:

1. Adblock Plus

Se você é uma pessoa normal, provavelmente odeia banners de propagandas que estão sempre tentando se meter entre você e o que você realmente quer ver na internet. Ele não bloqueia apenas janelas pop-up: qualquer publicidade pode ser exterminada, de modo que você veja apenas conteúdo genuíno dos sites. Disponível aqui: Adblockplus

2. WikiLook

Seleciona uma palavra qualquer, segure Ctrl e clique com o botão direito. Pronto: sem sair da página, numa janelinha flutuante, aparece o verbete no Wikipédia da palavra selecionada. Ótimo para poupar tempo! Baixe aqui: WikiLook


 

3. Is.gd creator

Se você usa o Twitter ou outras redes sociais que limitam o espaço, sabe que encurtar URLs é essencial. O is.gd tem uma extensão para FF que cria um botão ao lado da barra de endereços. Para encurtar o endereço só clicar no botão; a URL é automaticamente encurtada e copiada para sua área do transferência - o que significa que é só apertar Ctrl+V para colar o endereço já curtinho. Experimente em Is.gd creator



4. Roboform

Gerencia todas as suas senhas. Imagine só: todos os dias eu entro em 4 e-mails diferentes, 3 redes sociais, um blog, um serviço de documentos on-line... Só até aqui já foram 9 logins e senhas. Com o Roboform, basta que você insira todos os dados, que são destravados por uma senha mestra. Assim que entrar no Firefox, coloque sua senha mestra e o RF vai se logar automaticamente nos sites cadastrados. Mão na roda! O robôzinho ainda grava dados de formulários. Baixe aqui: Roboform



5. 1 Click YouTube Video Downloader

Ao instalar a extensão, um link para download aparecerá embaixo de cada vídeo do Youtube, e você ainda pode escolher o formato: FLV, MP4 ou 3GP. Você poderá baixá-los com um único clique e assim assistí-los mesmo offline ou quando o sistema estiver instável Disponível no link 1 Click YouTube Video Downloader

Escrito por Alexandre Orrico às 03h24

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Microsoft Tag faz interação de celular com "mundo real"

Códigos

O Microsoft Tag é um novo serviço da empresa que quer misturar o "mundo real" com os elementos virtuais presentes nos smartphones.

Como fazem alguns navegadores de realidade aumentada, o "Tag Reader" (leitor de tags, em português) interpreta diversos códigos (como códigos de barra ou do tipo QR) fotografados pela câmera do aparelho em que está instalado. Veja uma demonstração:

Um dos diferenciais do Tag Reader é trazer o Tag Maganer, uma espécie de centro onde o usuário pode criar e associar diversas tags. É possível, por exemplo, colocar uma tag em uma camiseta e fazer com que o usuário que aponte o celular a ela caia diretamente na sua página do Facebook.

O leitor de códigos Microsoft estará disponível não só em aparelhos com Windows Mobile, e sim em smartphones com sistemas como Windows Mobile, iPhone, Symbian, Blackberry e Android.

Escrito por Amanda Demetrio às 16h28

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fotos de Steve Jobs com Bill Gates viram piada

Quadrinhos

Estavam circulando boatos de que Steve Ballmer, presidente da Microsoft, participaria da Worldwide Developers Conference, evento da Apple, em 7 de junho, mas a Microsoft desmentiu a informação hoje no Twitter.

O sonho de ver juntos os chefões das duas empresas de tecnologia com maior valor de mercado acabou, mas, em 2007, Bill Gates e Steve Jobs se encontraram no evento All Things Digital, de que falamos recentemente por aqui.

Pois bem: de uns dias pra cá têm circulado na internet fotos desse encontro em forma de quadrinhos de humor.

Confiram:


- Lembra quando a gente era pobre?
- Não.
- Nem eu.



- Eu fui ao banco ontem para falar sobre um empréstimo.
- Pra que você precisa de um empréstimo?
- Eu não preciso, o banco é que precisa.

Mais aqui.

Escrito por Rafael Capanema às 17h49

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Adobe lança leitor de PDF para Android

Reader

Em lua de mel com o Google, a Adobe lançou nesta segunda-feira (24) uma versão do Reader, seu leitor de PDF, para Android.

É uma boa notícia para brasileiros, já que os melhores leitores de PDF para o sistema móvel do Google, como o RepliGo Reader, são pagos -por aqui, não é possível comprar programas no Android Market.

O problema é que o Reader só funciona em Android 2.0 ou superior, e o único aparelho com essa versão à venda no Brasil é o Milestone, da Motorola.

Faltam ao aplicativo funcionalidades básicas, como a possibilidade de ir diretamente a uma página específica. Isso é um entrave para quem pretende se aventurar a ler um livro inteiro no celular, por exemplo. Mas quem não tem cão...

É possível dar zoom fazendo movimento de pinça ou dando dois toques na tela.

Para instalar o programa, procure por "Adobe Reader" no Android Market a partir do seu celular ou aponte a câmera do aparelho para o código abaixo, usando um aplicativo como o Barcode Scanner:

Escrito por Rafael Capanema às 16h40

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tec estreou hoje

Novo caderno

Começou a circular hoje na Folha o caderno Tec, que substitui o Informática.

E aí, o que acharam? Digam nos comentários.

Escrito por Rafael Capanema às 14h40

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

TTBr (Trending Topics Brazil) está sempre nos Trending Topics Brazil

Metalinguagem

Já reparou?

(saiba mais sobre o meme Xzibit Yo Dawg, no qual me baseei para fazer a imagem acima, aqui)

Escrito por Rafael Capanema às 12h11

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Não é a primeira vez que o chefão do TechCrunch é xingado ao vivo

Ei, Arrington...

A Folha.com nos conta que Carol Bartz, executiva-chefe do Yahoo!, mandou Michael Arrington, chefão do TechCrunch, se f*.

Não é a primeira vez que ele leva uma bordoada verbal de outro figurão do mundo da tecnologia.

Em 2009, o polêmico Arrington participava de um programa com Leo Laporte, que comanda alguns dos podcasts de tecnologia mais populares dos EUA.

Na época, o smartphone Pre acabara de ser lançado, e o TechCrunch não havia recebido da Palm uma unidade para teste.

Provavelmente ressentido com esse fato, Arrington insinuou que Laporte elogiara o Pre por ter sido um dos poucos a ter recebido o aparelho -vale salientar que a Palm não deu o smartphone para Laporte, e sim emprestou-o para testes durante uma semana, como é praxe na imprensa de tecnologia.

Irritadíssimo, Leo Laporte dirigiu palavras como estas a Arrington (em tradução livre): "você está falando m*", "estou p*", "vá se f*", "seu c*zão".

Arrington pensou que ele estivesse brincando, mas era sério.

Laporte encerrrou o programa imediatamente e ainda disse: "Que babaca. Não aguento mais Michael Arrington. É a pessoa mais desagradável com quem trabalhei".

Vejam, abaixo, o vídeo do episódio:

Escrito por Rafael Capanema às 15h46

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Encontre seu nome de usuário nas redes sociais

Megabusca

O NameChk faz uma busca profunda num total de 145 redes sociais diferentes, pelo nome de usuário ou url que você quiser encontrar. Ele pode servir para você encontrar amigos nas várias redes que você participa ou verificar em quais sites seu nome está disponível para cadastro. Pode ser útil até para empresas, que podem usar a ferramentas para registrar marcas e nomes de produtos, já que NameChk lista todos os sites de relacionamento com seus respectivos links.

Para fazer a pesquisa basta você colocar o nome desejado na barra que o vai site fazer uma verificação em sites como SoundCloud, LastFM, StumbleUpon, Foursquare e hi5, além dos tradicionais Facebook, Blogger, Flickr e Myspace.

Escrito por Alexandre Orrico às 15h34

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jogue Pac-Man na página inicial do Google

8 bits

Em comemoração ao aniversário de 30 anos de Pac-Man, completados hoje, o Google substituiu seu logotipo por... um jogo de Pac-Man!

Para jogar, é só ir a www.google.com.br e esperar alguns segundos ou clicar no botão "Insert Coin" (inserir moeda), que substitui temporariamente o "Estou com sorte".

Para saber mais, vá ao blog oficial do Google.

Escrito por Rafael Capanema às 12h47

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Biscoitos funcionam como códigos para realidade aumentada

Culinária


O designer industrial Mike Claire postou em seu site uma receita para fazer biscoitos que funcionam como código para reconhecer ferramentas de realidade aumentada. Veja:

Demo of Augmented Reality Cookies from Tellart on Vimeo.

Para saber como fazê-los, veja a receita no site de Mike Claire.

Escrito por Amanda Demetrio às 17h15

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Assista a entrevistas antigas com Steve Jobs

Tête-à-tête

Neste ano, Steve Jobs vai participar novamente do All Things Digital, evento de tecnologia promovido pelo "Wall Street Journal".

Foi essa mesma conferência que promoveu o histórico encontro entre Jobs e Bill Gates, em 2007.

Como aquecimento para a edição deste ano, que acontece entre 1 e 3 de junho, o site do All Things Digital está publicando na íntegra as entrevistas anteriores com Jobs.

Em 2003, por exemplo, Jobs afirmou a Walter Mossberg, do "WSJ", que a Apple não pretendia fazer um telefone celular nem um tablet.

Para o encontro de 2010, assunto não falta: o iPad, os protótipos perdidos do iPhone 4G, os vazamentos cada vez mais comuns de produtos novos da Apple, as brigas com o Google por causa do Android e com a Adobe por causa do Flash...

Se você tem três horinhas disponíveis e se interessa pelas ideias de Jobs, vale a pena assistir a todos os vídeos abaixo.

Quando o All Things Digital acrescentar novos vídeos, atualizarei este post.

2003

 

2004

2005

(Jobs não participou do evento em 2006)

2007

2007 (Jobs e Gates)

Escrito por Rafael Capanema às 11h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Google atualiza imagens aéreas do Rio de Janeiro

Samba do avião

Na condição de entusiasta de mapas, de tecnologia e do Rio de Janeiro, fiquei animado quando li que o Google havia atualizado as imagens aéreas da cidade no Google Maps e no Google Earth.

As fotos anteriores eram de resolução baixíssima, o que ficava ainda mais evidente em comparação às excelentes imagens de satélite atuais de São Paulo (principalmente as do centro expandido).

Pensei que isso fosse mudar com a atualização, mas fiquei decepcionado. As imagens novas do Rio (de "alta resolução", segundo o Google) são ligeiramente melhores, senão quase iguais, às anteriores.

Confiram três exemplos das imagens novas do Rio comparados a um de São Paulo:

 

Rio de Janeiro


Praia da Urca


Humaitá


Arpoador

 

São Paulo


Parque Trianon e Masp

Para ver as imagens novas do Rio no Google Maps, clique aqui.

Escrito por Rafael Capanema às 12h44

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Grave conversas do Skype com software gratuito

Call Graph

Fiz hoje uma entrevista por Skype e gravei-a usando o software gratuito Call Graph, para Windows.

O programa é fácil de usar e funcionou perfeitamente.

Interessados podem fazer o download aqui.

Escrito por Rafael Capanema às 17h24

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Modificação permite usar navegação GPS do Google Maps no Brasil

Hack

Quando o Motorola Droid foi lançado, em novembro de 2009, fez um estrondo no mercado de programas e dispositivos GPS.

O aparelho, com Android (sistema operacional móvel do Google), inclui o Google Maps com navegação turn-by-turn (instruções em tempo real).

Além de gratuito, o programa tem como vantagem em relação aos aplicativos pagos recursos como a navegação com Street View, serviço do Google que oferece imagens em 360º no nível da rua.

A navegação turn-by-turn, porém, funcionava oficialmente apenas nos EUA. Em abril deste ano, foi disponibilizada no Reino Unido e na Irlanda. E só.

Mas um espertíssimo hacker, que se identifica como Brut.all, alterou o software original para fazer a navegação GPS funcionar em qualquer país.

Basta baixar o arquivo disponível aqui e instalá-lo em seu aparelho com Android.

Instalei o hack em um Milestone (nome que o Droid ganhou no Brasil e em outros países além dos EUA) e funcionou perfeitamente, com duas exceções: não há áudio e as instruções escritas misturam português e inglês. Fora isso, tudo nos trinques, como vocês podem conferir na imagem acima.

O aplicativo convive harmoniosamente com o Google Maps original. Para diferenciar um programa do outro, ao ícone do Google Maps hackeado é acrescida a palavra "Brut", em vermelho.

A eficiência de Brut.all para atualizar seu hack também impressiona. Um dia depois de o Google disponibilizar a versão mais recente do Google Maps, a 4.2, em 11 de maio, o hacker também renovou sua versão.

Escrito por Rafael Capanema às 12h56

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ronaldo é sabotado por sistema de autocorreção

Tuiteiro iniciante

Fernando Santos - 6.mai.2010/Folha Imagem

"Gal era , essay e a cami sa da promoter. Deviants autographed ! Est amos escorted a Mello erase"

A incompreensível frase acima foi postada hoje no Twitter por Ronaldo.

Tuiteiro de primeira viagem, o jogador do Corinthians provavelmente não está se dando bem com o sistema de autocorreção de seu celular.

Escrito por Rafael Capanema às 14h56

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Informática foi o primeiro caderno da Folha a citar Lady Gaga

Efeméride

Gosto de pesquisar arquivos de revistas e jornais como a Folha, para saber quando e de que forma um assunto foi citado pela primeira vez.

E qual não foi a minha surpresa ao descobrir, recentemente, que Lady Gaga foi mencionada na Folha pela primeira vez no caderno Informática, em 13 de maio de 2009 -exatamente um ano atrás.

A reportagem de capa era sobre o crescimento da prática de ouvir música por streaming -diretamente da rede, sem precisar fazer download.

Para ilustrar a capa, o editor de Informática, Rodolfo Lucena, pediu a foto de um artista popular em rádios on-line.

Fui à rede social de música Last.fm e descobri que, naquela época, "Poker Face", de Lady Gaga, era a faixa mais ouvida por lá desde a fundação do site (hoje, "Poker Face" só perde no Last.fm para "Bad Romance", da própria Lady Gaga).

Eu nunca tinha lido ou ouvido uma mísera linha sobre Lady Gaga. Para saber do que se tratava, escutei "Poker Face". Achei estranho fazer tanto sucesso uma música que me soou derivativa de clássicos do poperô, comuns nas coletâneas de "sete melhores" da rádio Jovem Pan nos anos 1990.

Mas, para a reportagem, a foto de Lady Gaga era perfeita: uma belíssima imagem da artista com a canção mais popular entre os usuários da mais popular rede social de música. Foi para a capa.

A única menção à cantora na matéria foi na legenda da foto. Cinco dias depois, em 18 de maio de 2009, Lady Gaga foi citada brevemente em uma entrevista com Jonas Brothers no Folhateen e, no dia 24 do mesmo mês, ganhou uma matéria só sobre ela na Ilustrada.

Escrito por Rafael Capanema às 19h35

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Veja fotos e vídeo de entrevista com Silvio Luiz

Ensaio

A entrevista com o locutor esportivo Silvio Luiz para a reportagem de capa de ontem do caderno Informática foi registrada brilhantemente em foto por Rodrigo Capote e em vídeo por Inara Chayamiti.

vídeo:

Algumas das fotos:

Fotos Rodrigo Capote/Folha Imagem

 

Escrito por Rafael Capanema às 15h42

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Use o Ubuntu 10.04 sem apagar o Windows

Instalação

Como continuação da matéria "Novo Ubuntu integra redes sociais", publicada hoje na Folha, aqui vão algumas explicações adicionais para quem quer instalar o Ubuntu junto com o Windows 7. É preciso tomar alguns cuidados, pois o usuário mais distraído pode acabar instalando o Ubuntu por cima do sistema da Microsoft. Vamos lá:

Você vai precisar de uma partição livre em seu HD, formatada. Você pode usar o software Gparted, já instalado no Ubuntu, para fazer a partição. É possível acessá-lo antes mesmo de começar a instalar o sistema operacional. Apenas 12 ou 15 Gbytes são suficientes para abrigar o Ubuntu e todos os programas necessários, e ainda deixar espaço disponível para outros arquivos que você queira instalar futuramente. Você pode deixar mais espaço se preferir.

Feito isso, é preciso ter em mãos o CD de instalação do Ubuntu 10.04 LTS (Lucid Lynx). Acesse http://www.ubuntubrasil.org/ para baixar e depois, grave o arquivo num CD.

Coloque o CD do Ubuntu no drive e reinicie o computador. Em vez de entrar no Windows, o PC vai iniciar com a seguinte tela:

Como instalar Ubuntu 10.04 e Windows 7 em Dual-Boot

 

Após escolher algumas informações básicas como fuso horário e configuração do teclado, atenção à tela abaixo. A opção Apagar e usar o disco inteiro irá destruir seu Windows. Selecione essa opção apenas se desejar utilizar exclusivamente o Ubuntu. Se preferir os dois sistemas lado a lado, clique em Especificar particionamento manual (avançado).

Como instalar Ubuntu 10.04 e Windows 7 em Dual-Boot

 

A partição criada terá o nome de "espaço livre" - é aí onde você deve instalar o Ubuntu. Clique sobre ela e escolha a opção Adicionar, para adicionar o Arquivo de troca do Ubuntu (swap). Escolhe entre 500 Mbytes e 1 Gbyte.

Como instalar Ubuntu 10.04 e Windows 7 em Dual-Boot

 

Escolha o tamanho da partição em megabytes na primeira opção e coloque Área de troca (swap) em Usar como:.

Como instalar Ubuntu 10.04 e Windows 7 em Dual-Boot

 

Agora clique no espaço que sobrou e escolha a opção Adicionar novamente. Em Tamanho deixe como está, em Usar como:, coloque Sistema de arquivos com 'Journaling' ext4, e em Ponto de montagem, escolha a barrinha vertical.

Como instalar Ubuntu 10.04 e Windows 7 em Dual-Boot

 

Como instalar Ubuntu 10.04 e Windows 7 em Dual-Boot

 

Feito tudo isso, o sistema já estará pronto para ser instalado. Clique em Avançar, configure seu usuário e senha, verifique se está tudo correto e clique em Instalar. Terminada a instalação, remova todos os discos de instalação e clique em Reiniciar Agora.

Pronto! Você está pronto para usar o Ubuntu e o computador sempre irá te perguntar qual sistema operacional você quer usar antes de iniciar. Complicado, simples? Deixe sua opinião nos comentários!

Se não foi suficiente, acesse http://www.ubuntubrasil.org/. Lá tem FAQ e você também pode tirar dúvidas com a comunidade do site.

Escrito por Alexandre Orrico às 17h30

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Leia na íntegra a entrevista com @Fake_Pasquale

Genérico

Leia, na íntegra, a entrevista com @Fake_Pasquale, concedida por e-mail para a reportagem de capa do caderno Informática de hoje (12 de maio).

FOLHA - Qual é o seu nome?

@FAKE_PASQUALE - Pasquale Cipro Neto. Brincadeira... sou mais um integrante da enorme família Silva.

 

FOLHA - Quantos anos você tem?

@FAKE_PASQUALE - 37, até outubro.

 

FOLHA - Onde você nasceu e onde mora?

@FAKE_PASQUALE - Curitiba.

 

FOLHA - O que você faz?

@FAKE_PASQUALE - Trabalho em uma agência de publicidade, entre outras coisas.

 

FOLHA - Você estuda a língua portuguesa e/ou trabalha com isso? Ou seu interesse pelo assunto é apenas um hobby?

@FAKE_PASQUALE - Não sou professor de português, nem de qualquer outra disciplina. Sempre fui um bom aluno e gostava de estudar português e matemática. Hoje, isso é apenas um hobby.

 

FOLHA - Qual foi o seu objetivo com a criação da conta?

@FAKE_PASQUALE - Há muito tempo, venho notando todas as barbaridades que se escreve na internet. A maioria não sabe escrever. A ideia de criar o fake nasceu num dia em que vi um renomado músico, do qual sou fã, escrever "pesquiza" no twitter. Pensei "Preciso fazer alguma coisa". Mas se eu o corrigisse com meu perfil pessoal, não surtiria efeito algum. Criei o fake, o corrigi e ele ainda me agradeceu. Daí, gostei da brincadeira.

 

FOLHA - Seu foco principal é corrigir erros que vê no Twitter ou solucionar dúvidas dos usuários?

@FAKE_PASQUALE - A ideia principal era só corrigir mesmo, de maneira didática e bem humorada. Mas as pessoas me tuitaram muitas dúvidas que acabei respondendo. Coisas que nem eu sabia, acabei aprendendo também.

 

FOLHA - Além da @Fake_Pasquale, você tem outras contas no Twitter?

@FAKE_PASQUALE - Tenho sim, com 60 corajosos seguidores. É o @MisterENER. Vamos ver se agora aumenta.

 

FOLHA - Você acha que há muitos erros de português no Twitter? A que você atribui isso?

@FAKE_PASQUALE - Sim, muitos. Isso é falta de leitura, falta de interesse em aprender e escrever corretamente. Muita gente até sabe escrever, mas tem preguiça, porque dá trabalho acentuar e pontuar corretamente. Principalmente, quando se digita no celular, como é o meu caso nesse momento. No computador, muitos erros podem ser evitados usando um simples corretor ortográfico.
Mas o problema vai além da internet. Ela é apenas a maior vitrine. Na TV, por exemplo, na semana passada, havia uma loja aqui em Curitiba anunciando promoções para pagamento "avísta".

 

FOLHA - Quais erros mais comuns você identifica no Twitter?

@FAKE_PASQUALE - Os mais comuns são acentuação, concordância, e erros de ortografia mesmo. Mas quando é óbvio que foi erro de digitação mesmo, deixo passar.

 

FOLHA - Você mudou o nome de usuário de @Prof_Pasquale para @Fake_Pasquale. Por quê? Havia quem o confundisse com o verdadeiro Pasquale?

@FAKE_PASQUALE - Mudei porque o @Prof_Pasquale cresceu demais. Eu, ou melhor, ele já tinha quase 50 mil seguidores e isso tomava muito do meu tempo. As dúvidas e as cobranças eram enormes. As pessoas achavam que eu tinha obrigação de responder. E, como disse a @rosana: "Eu gratuito. Tuíto de graça". Mudei para Fake_Pasquale para que ficasse um pouco mais óbvio que não se tratava do professor, apesar de estar escrito na minha BIO desde a criação do perfil. Alguns que me seguiam, pensando ser o professor Pasquale, quando "descobriam" que era fake, se sentiam enganadas e soltavam os cachorros dizendo que isso era crime e coisas do tipo. Achava divertido, até. Até hoje, alguns ainda acham que sou o Pasquale real brincando de fake. Por isso criei o selo "Fake de Verdade".

 

FOLHA - Você abandonou a conta por um período e voltou recentemente. Por quê?

@FAKE_PASQUALE - Justamente por ter cansado um pouco da brincadeira. Eu tenho que trabalhar também e resolvi dar um tempo. Mas alguns meses depois vi que tinha ainda mais de 35 mil seguidores e alguns pedindo para que eu voltasse e assim o fiz. Mas, voltei mais light. Tenho postado pouco, mas prometo voltar à velha forma.

 

FOLHA - Você se lembra especialmente de algum erro crasso que tenha visto/corrigido no Twitter?

@FAKE_PASQUALE - No momento, não lembro. Mas, posso dizer a tuitada que mais fez sucesso, eu acho. Foi no começo quando mandei pro Roger (Ultraje a Rigor) "Roger, o certo é: Nós somos inúteis". Teve uma quantidade imensa de RTs e ajudou o Pasquale a ficar mais conhecido.

 

FOLHA -  Você acha que o internetês, o miguxês e as abreviações comuns na internet são ameaças à língua portuguesa?

@FAKE_PASQUALE - Eu abomino o miguxês, às vezes, não consigo nem entender o que o cidadão quer dizer. As abreviações, até são úteis quando se está com pressa. Já usei muito "vc", "abs", "blz", "tc", etc. Mas não em textos formais. Só não dá pra entender quando usam "se" como abreviação para "você", aí é erro mesmo.

 

FOLHA - Você é fã do professor Pasquale?

@FAKE_PASQUALE - Olha, já fui mais. Vi algumas entrevistas dele se dizendo avesso às tecnologias (nem deve ler esse caderno), que nem celular usa e declarando algumas manias que, pessoalmente, não achei legal. Já eu, adoro tecnologia, tenho dois smartphones (N95 e Dext), laptop, computador, PS3, uso GPS e muitos outros gadgets.
Descobri que não tenho quase nada em comum com ele. [Observação: À Folha, o verdadeiro Pasquale Cipro Neto negou que tenha concedido tal entrevista: Eu nunca disse isso. Ele deve ter lido uma entrevista falsa. Até parece que sou avesso à tecnologia. Eu sou avesso à idiotice”, afirmou.]

Escrito por Rafael Capanema às 01h46

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Leia na íntegra a entrevista com o linguista Sírio Possenti

Fissura na grafia

Sírio Possenti, linguista da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), concedeu por telefone uma entrevista excelente para a reportagem de capa do caderno Informática de hoje (12 de maio). Leia, abaixo, a íntegra.


FISSURA NA GRAFIA
Acho que há uma fissura excessiva com o problema de grafia, de maneira geral. Acho que ela se deve ao fato de que é a única coisa, a rigor, que a maioria das pessoas sabe corrigir. Se elas leem um texto e veem um cê-cedilha que não deveria estar ali, dizem: “Esse texto está errado”. Mas elas não se dão conta, frequentemente, se o texto é incoerente, contraditório, incompleto, se o argumento é uma droga. A maioria não percebe.

SASHA
Um monte de gente corrigiu o “s” dela [em 2009, a filha de Xuxa escreveu “cena” com “s” no Twitter] e ninguém pensou, por exemplo, “como eu sou um idiota por seguir a Xuxa no Twitter”. [O sujeito] pensou que fosse um gênio porque tinha descoberto um erro de grafia, mas não se deu conta de que é um idiota porque a profissão dele é seguir a Xuxa no Twitter.

SAPATO MAL AMARRADO
Acho que há um equívoco brutal de abordagem dos fenômenos da linguagem, considerando que a grafia é uma coisa hiperimportante. Isso pega de cima para baixo, da intelectualidade brasileira até o povão. E acho que é um equívoco, porque deveria ficar claro para todo mundo que a ortografia, a rigor, nem é língua, é uma lei. Evidentemente, não tem como dizer que não é um erro, até porque está definido em lei, mas é um erro que não tem lá tanta importância. Devia ser visto como uma coisinha qualquer, como um sapato um pouco mal amarrado. Não devia merecer tanto interesse.

ABREVIATURAS
Sobre as abreviaturas, eu tenho dito coisas que acho óbvias. Uma é que elas sempre existiram em maior ou menor grau, e isso depende muito do contexto. Se você está anotando aula, você abrevia mais do que se você está escrevendo para um jornal. Se você está no computador, escrevendo um e-mail para o seu chefe, você abrevia mais do que se você escreve um livro. Não é que isso seja determinado, mas isso está associado ao contexto e ao tipo de suporte que você usa. E também ao tipo de interlocução. Por exemplo, usar a abreviatura em chat, para adolescentes, é um traço de identidade. Se eles escrevem tudo certinho, se sentirão como se fossem velhos. É um problema que, digamos, passa por vários lugares, mas não deveria ser visto apenas como um erro e muito menos como destruição da língua, porque isso seria achar que a grafia é a língua. O que seria uma grossa bobagem.

CLASSIFICADOS
Sabe qual é o argumento mais interessante sobre isso? Pegue um jornal como a Folha ou o Estadão, olhe os pequenos classificados e veja como eles estão escritos. Aí você vai ter uma ideia muito clara da relação entre o tipo de grafia e o tipo de texto que se está escrevendo. Ninguém usa as abreviaturas dos pequenos anúncios na primeira página ou no editorial. Mas também ninguém usa a grafia do editorial nos pequenos anúncios.

GÊNEROS E SUPORTES
Mal comparando, esses suportes eletrônicos, como celular para mandar recadinhos, ou Messenger, chat etc. são lugares nos quais as pessoas escrevem de uma maneira não pessoal, porque ela é muito uniforme entre os usuários, mas de uma maneira muito peculiar e associada exatamente a esses suportes e aos gêneros que se escrevem nesses suportes. Isso não é nem uma ameaça à língua —a língua nem fica sabendo disso— e muito provavelmente não é uma ameaça nem à escolaridade daqueles que fazem isso, até porque nada garante que quem escreve dessa forma no Twitter escreve assim quando escreve em outro lugar. Para dizer isso, seria necessário fazer uma pesquisa para ver se é verdade. Os professores, em geral, dizem que sim, que têm medo, mas os alunos, quando são entrevistados sobre isso, têm clara consciência de que uma coisa é uma coisa e de que outra coisa é outra coisa.

Escrito por Rafael Capanema às 01h29

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Saiba quando um computador desconhecido acessa sua conta no Facebook

Dica

O Facebook permite que o usuário configure seu perfil para que ele receba uma notificação cada vez que sua conta for acessada de um computador ou dispositivo móvel que nunca tenha sido usado antes. A dica foi retirada do blog Lifehacker. Veja como configurar sua conta para isso.

Acesse sua conta do site e vá ao menu no canto direito superior. Escolha Configurações da conta:

Em seguida, clique em Editar no item Segurança da conta. Então, escolha se deseja receber as notificações:

Feito isso, o processo está completo.

Se seu Facebook não está em português, é simples ajustar isso. Também em Configurações da conta, clique no idioma que aparece no canto esquerdo inferior (abaixo da caixa). No caso da figura, a opção já está como Português (Brasil), mas poderia ser English (US), English (UK) e outras várias opções.

Essa opção do idioma aparece em diversas páginas do Facebook, mas fazendo por aqui fica mais simples. Clique sobre o nome do idioma e se abrirá uma tela. Nesta tela, você pode escolher o novo idioma do seu Facebook:

Escrito por Amanda Demetrio às 17h21

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Navegador trava em demonstração de Flash para celular

Infortúnio


Site Eco Zoo

O designer Jeff Croft relata que, durante um evento do Universal Mind, o evangelista da Adobe Ryan Stewart foi demonstrar o Flash rodando em um Nexus One, celular do Google com Android.

Stewart abriu o sofisticado site em Flash Eco Zoo, cheio de efeitos 3D. O navegador travou.

"Ops! Bem, isto é um beta, e este é um exemplo intenso. Vamos tentar de novo", disse Stewart.

O navegador travou de novo.

"Bem, este não vai funcionar, mas alguém quer ver algum outro site em Flash rodando?", perguntou Stewart.

"Hulu!", pediu alguém da plateia, referindo-se ao popular site de vídeos que só funciona nos EUA.

"O Hulu não funciona", respondeu Stewart. E terminou a apresentação.

Quem deve ter achado graça da história é Steve Jobs, fundador da Apple e o mais célebre detrator do Flash.

Escrito por Rafael Capanema às 10h45

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Site envelhece fotografia de rosto em duas décadas

20 anos depois

 

Escolha uma foto de rosto, clara e frontal, selecione seu gênero e faça o upload no In 20 Years para ter uma idéia de como você ficaria duas ou três décadas mais velho.

O site tem ainda uma opção para o internauta dizer se é ou não usuário de drogas, resposta que influencia diretamente no resultado da transformação.

Eu experimentei com uma foto minha, mas o resultado ficou tão feio que preferi não compartilhar. Tente você: http://in20years.com/

 

Escrito por Alexandre Orrico às 16h53

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Circuito integrado faz aniversário hoje

Quase sexagenário

Hoje é aniversário do circuito integrado, que chega aos seus 58 anos. Claro, não estou me referindo a este blog, mas sim ao conceito que empresta seu nome a ele.

Foi em 7 de maio de 1952 que o britânico Geoffrey Dummer apresentou a ideia de um circuito eletrônico em miniatura, composto por semicondutores. Estava, portanto, nascendo naquele ano a idéia, o projeto em que se baseia o dispositivo que está no coração dos computadores e demais aparelhos eletrônicos.

A apresentação foi feita em um simpósio sobre componentes eletrônicos na cidade de Washington, EUA. Dummer nunca conseguiu construir um protótipo de circuito integrado, e o governo britânico parou de financiar seu projeto.

Seis anos depois da apresentação, Jack Kilby, engenheiro da Texas Instruments, construiu e mostrou ao mundo o primeiro circuito integrado.

 

(Texto enviado pelo colaborador Bruno Romani)

Escrito por Rodolfo Lucena às 15h01

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Starcraft II será ligado ao Facebook

Integração

Dois meses e 21 dias é exatamente o tempo que falta para fãs do jogo Starcraft terem a vida social reduzida significantemente. É quando o aguardado "StarCraft II: Wings of Liberty" chega às lojas de boa parte do mundo - no dia 27 de julho.

Uma novidade legal anunciada pela Blizzard, produtora do jogo, é que o sistema multiplayer do SC II, chamado Battle.net, será integrado ao Facebook.

Você poderá conectar ambos para que a rede social publique nas suas atualizações status da jogatina: em que nível você está quando você estiver jogando, por exemplo.

Ainda será possível importar contatos do Facebook para o jogo, o que tornará mais fácil encontrar amigos para as batalhas on-line. Outro jogo da Blizzard bastante esperado que deve ser beneficiado com a integração é o Diablo III.

Escrito por Alexandre Orrico às 01h13

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Site propõe exploração de vídeos no YouTube por comentários do Twitter

Descobertas


O site Zoofs propõe que o usuário uma nova maneira de descobrir novos vídeos no YouTube: por meio dos comentários que estão sendo feitos no Twitter. "O Zoofts orbita pela tuitosfera e se alimenta de pilhas de tuítes todos os dias procurando os vídeos mais tuitados. Então, o site aplica uma receita para os ranquear com base em sua popularidade", define o próprio serviço.

O usuário pode separar os vídeos de uma só categoria (como comédia, esportes e viagem) e expandir a tela inicial de vídeos que é gerada clicando em + more.

 

Escrito por Amanda Demetrio às 16h50

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Adaptação de jogo do tipo "Guitar Hero" pode ser jogada no navegador

Música on-line

O JamLegend (www.jamlegend.com) permite que você jogue um game do tipo "Guitar Hero" ou "Rock Band" no próprio navegador, sem ter que instalar nenhum programa. Você usa as teclas do próprio teclado para acionar as "notas" e pode jogar com amigos do Facebook.

Escrito por Amanda Demetrio às 16h59

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Usuário instala iPad em sua cozinha

Versátil

Que tal um iPad como acessório de cozinha? Um usuário do YouTube decidiu tentar e fez uma adaptação em um de seus armários. Veja:

Escrito por Amanda Demetrio às 16h36

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Brasileiro recorta chip e faz iPad 3G funcionar

Jeitinho

Reprodução/MacMagazine

Quando a Apple anunciou o iPad 3G, a lista de especificações do aparelho continha um item peculiar: uma entrada para o desconhecido formato Micro-SIM, que, como descobriu-se mais tarde, é um chip de celular menor do que o tradicional.

E o brasileiro Marcelo Tripoli mostrou, em relato publicado no MacMagazine, que o Micro-SIM nada mais é, de fato, do que um SIM menorzinho.

Tripoli é proprietário de um iPad 3G comprado nos EUA. Usando como molde um Micro-SIM original da operadora americana AT&T, ele recortou um chip da Vivo e, voilà!, fez o tablet da Apple funcionar perfeitamente na rede 3G da operadora brasileira.

Escrito por Rafael Capanema às 12h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

O Blog de Tec é uma extensão da cobertura sobre tecnologia da Folha. É produzido por Alexandre Orrico, Emerson Kimura e Rafael Capanema.

BUSCA NO BLOG


SITES RELACIONADOS

RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. � proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.