Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 

Aprenda a lidar com o vírus Conficker, que deve mudar de tática amanhã

Conficker

O alerta Conficker é uma grande chance de colocar a segurança do computador em dia.

O Conficker é um vírus que se espalha sem a intervenção humana, usando uma falha de segurança do Windows consertada em outubro do ano passado. Ainda assim, dizem que o vírus está em milhões de computadores pelo mundo.

O problema é que se você está com o Conficker no seu computador, não conseguirá visitar alguns sites corretamente --justamente os necessários para deixar o software antivírus ou o sistema operacional Windows atualizados e imunes à praga.

Se você estiver com problemas para visitar alguns sites de empresas de antivírus, fique atento.

A Microsoft recomenda uma ferramenta on-line dela para tentar eliminar a praga.

Ou você pode usar uma das ferramentas da lista do Conficker Work Group para eliminar a praga. Se você estiver contaminado, não vai conseguir baixar os programas, portanto peça para um amigo fazer o download e mandar por e-mail.

Por último, CUIDADO ao colocar Conficker no Google e entrar em um site que supostamente o remove. Os cibercriminosos já usam a palavra --e supostos removedores-- como uma isca para mais ameaças.

Veja abaixo sites armadilhas já confirmados, de acordo com o CWG:
  
    * hxxp://advanced-care-free.com
    * hxxp://anti-malware-free.com
    * hxxp://antivirus360remover.com
    * hxxp://av360removaltool.com
    * hxxp://bytescan.org
    * hxxp://combofixtool.com
    * hxxp://combofixtool.org
    * hxxp://fix-download.com
    * hxxp://hijacktool.com
    * hxxp://hijacktool.org
    * hxxp://malwarebot.org
    * hxxp://malware.com.tw
    * hxxp://malwaree.com
    * hxxp://malwaree.org
    * hxxp://malware-malware.com
    * hxxp://malware.ms
    * hxxp://malware.org.in
    * hxxp://malware.org.uk
    * hxxp://remove-a360.com
    * hxxp://remove-antivirus-2009.com
    * hxxp://Remove-AntiVirus-360.com
    * hxxp://remove-av360.com
    * hxxp://remove-conficker.org
    * hxxp://remove-ie-security.com
    * hxxp://remove-malware-defender.com
    * hxxp://remove-ms-antispyware.com
    * hxxp://remove-personal-defender.com
    * hxxp://remove-spyware-guard.com
    * hxxp://remove-spyware-protect-2009.com
    * hxxp://remove-spyware-protect.com
    * hxxp://remove-system-guard.com
    * hxxp://remove-total-security.com
    * hxxp://remove-ultra-antivir-2009.com
    * hxxp://remove-ultra-antivirus-2009.com
    * hxxp://remove-virus-alarm.com
    * hxxp://remove-virus-melt.com
    * hxxp://remove-winpc-defender.com
    * hxxp://smitfraudfixtool.com
    * hxxp://vundofix.org
    * hxxp://vundofixtool.com
    * hxxp://zlobremovaltool.com

Escrito por Gustavo Villas Boas às 17h11

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Veja baleia do Twitter em versão Lego

Pedacinhos

A Fail Whale, baleia que aparece sempre que o Twitter fica fora do ar, tem mesmo uma legião de fãs. Além de ter uma página só para ela, onde é possível comprar canecas e camisetas, a baleia também é alvo de intervenções pela internet.

Na mais recente, é transformada em uma grande peça de Lego pelo usuário do Flickr Tveskov.

Leia mais sobre a criação da Fail Whale, em inglês, no Read Write Web.

Escrito por Daniela Arrais às 10h20

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ídolo da luta livre e o jogador de futebol

Poliesportivo

E se Ronaldo mudasse de esporte, como seria?

O rapaz acima é Andre, The Giant, atleta de luta livre e personagem do jogo Legends of Wrestlemania (link para assinantes Folha e UOL).

Escrito por Gustavo Villas Boas às 19h00

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

YouTube agrega vídeos educativos

YouTube EDU

Boa novidade do YouTube: agora o portal tem a seção YouTube EDU, que agrega apenas vídeos de universidades que usam os serviços do site.

Dá para navegar na seção --e fazer buscas-- como se fosse um site à parte.

Abaixo, o professor de física da Universidade de Michigan James Kakalios fala sobre a consultoria que deu aos produtores do filme "Watchmen".


Escrito por Gustavo Villas Boas às 17h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Linux tem versão para crianças

QIMO

Nada melhor que um esquimó para ensinar sobre o penguim*.

O Qimo 4 kids é um sistema operacional baseado no Ubuntu e voltado para crianças bem pequenas. Entre outras coisas, vem com jogos educacionais para maiores de 3 anos.

O legal do sistema é que é possível testá-lo no CD antes de instalar definitivamente no disco rígido.

Eu não instalei na minha máquina. Se alguém o fizer, conte o que achou --principalmente se uma criança usou.

*Tem melhor sim. Pinguins vivem no polo sul e esquimós, no polo norte.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 17h51

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Twitter, redes sociais e a privacidade

Bicada na privacidade



Um post no blog oficial do Twitter mostra de forma didática como o serviço de microblog pode ser usado para que empresas metam o nariz onde não foram chamadas. Ou, como diz o blog, para "usar o Twitter para procurar por menções a suas marcas ou produtos e então encontrar meios para melhor servir os consumidores."


Trata-se de um anúncio de que a Salesforce está usando ferramentas do Twitter para vender um serviço de gerenciamento de relações com o consumidor para outras empresas, a Service Cloud.

Basicamente, o serviço permite identificar palavras-chaves e tópicos de interesse de uma empresa no Twitter. A partir daí, a companhia pode rastrear os desdobramentos daquele micropost.

Ou, por outra, as companhias vão poder simplesmente rastrear as conversas de seu interesse, como diz um executivo no anúncio para imprensa da novidade: “Consumidores já estão compartilhando conhecimento e tendo conversas sobre nossa companhia no Twitter. Portanto, nós estamos empolgados por sermos capazes de rastrear essas conversas e participar da comunidade do Twitter por meio da Service Cloud”.

Em favor do microblog, note que a Service Cloud também ajuda a rastrear tópicos no Google e no Facebook.

O vídeo aqui mostra como funciona o serviço. Assusta um pouco, mas aponta como privacidade e redes sociais (ou internet) não combinam. O trecho sobre o Twitter começa aos 5:50 min.

PS. É possível fazer a mesma coisa sem usar qualquer serviço pago, apenas com as ferramentas que o Twitter oferece. Provavelmente, quem fecha seu perfil não pode ser rastreado.

PS. Na semana passada, um cara que supostamente foi convidado para trabalhar na Cisco fez um comentário zombeteiro sobre a empresa no Twitter. Perdeu a vaga. A história bombou na blogosfera.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 15h22

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Wolfenstein 3D agora funciona no iPhone

iWolf

John Carmack, da id Software, sabe das coisas: liderou a criação de Wolfenstein 3D, Doom e Quake, games ultraviolentos que me trazem doces memórias da infância.

Entusiasta do código aberto, Carmack acabou de portar o clássico Wolfenstein 3D para o iPhone, disponibilizando-o gratuitamente.

O jogo não está disponível na App Store, loja oficial de softwares para iPhone e iPod Touch: só funciona em iPhones destravados (jailbroken) –prática desautorizada pela Apple, é claro.

E tem mais: Carmack promete que Doom será o próximo jogo a ser portado para o iPhone.

O link para quem quiser exterminar nazistas pixelados dentro do celular chiquetoso da Apple é este aqui.

Via IGN

Escrito por Rafael Capanema às 15h40

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Last.FM vai cobrar assinatura

Pagando, pode

A Last.Fm, um dos sites mais sensacionais, vai começar, em breve, a cobrar uma assinatura mensal de US$ 3 para quem quiser ouvir músicas por lá. Para os usuários dos EUA, Reino Unido e Alemanha, nada muda.

E agora? Será que as pessoas vão continuar usando o site ou vão deixá-lo às moscas?

O preço é pequeno, mas tem gente que se recusa a gastar qualquer dinheiro na internet (e prega para que ninguém faça isso)...

Escrito por Gustavo Villas Boas às 15h06

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Veja animação sobre a febre do Twitter

Loucura

Você não consegue entender porque todo mundo está no Twitter? Então assista ao vídeo Twouble with Twitter, em que um homem jovem luta contra a pressão de "twittar" todos os passos da sua vida. Divertidíssimo!

  

Mais informações: http://current.com/topics/76254232/supernews/new/0.htm

Escrito por Daniela Arrais às 12h17

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Novo beta do Google Chrome

Chrome

O Google adora o termo beta. Depois de surpreender o mundo ao retirar a palavrinha da frente do Chrome apenas cem dias depois de lançado o navegador, eles lançaram uma nova versão beta do Chrome.

A maior novidade, diz o blog do navegador, é a velocidade _cerca de 30% mais rápido. Mas a mais legal é, como você pode ver no vídeo abaixo, o recurso de arrastar uma aba para ver dois sites simultaneamente.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 16h38

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Marca de cerveja pede remoção de vídeo com paródia

Riso amarelo


"MUITO obrigado a todos que estão divulgando nosso vídeo. E é torcer pro YouTube não deletar", escreveu no Twitter o comediante Ronald Rios, no domingo.

O vídeo em questão era uma paródia da promoção "Redondo é rir da vida", da Skol, estrelada pelos humoristas Rafinha Bastos e Danilo Gentili.

Nos comerciais, os comediantes do "CQC" fazem piadas ao estilo stand-up e conclamam o espectador a enviar vídeos contando histórias engraçadas, que, se selecionados, podem aparecer na TV.

O vídeo de Rios, dirigido por Erik Gustavo, imitava a linguagem dos comerciais oficiais, incluindo o fundo amarelo, com o logotipo da cerveja. Mas em vez de amenidades do cotidiano, o humorista contava, como se fossem anedotas, histórias trágicas (e falsas) de alcoolismo que teriam acontecido em sua família.

Na segunda-feira, Rios postou a seguinte mensagem no Twitter:

"A CASA CAIU. Quem riu da Skol riu, quem não riu não ri mais. Foram dois dias engraçados."

Na terça-feira, explicou a história toda em seu blog:

"Logo já estava na internet. Blogs divulgaram, entusiasmados com a idéia. A coisa correu ferozmente no Twitter. Todo mundo riu.
Até a manhã de segunda, quando chegou um e-mail muito legal nas nossas caixas de entrada: um pedido gentil para tirarmos o vídeo do ar. Alegam que usamos indevidamente a marca Skol e o site da campanha. Obedecemos e deletamos."

No texto do blog, Rios critica a campanha e divulga uma nova versão do vídeo, desta vez sem qualquer referência verbal ou gráfica à marca de cerveja.

Indignados com a remoção do vídeo, twitteiros lançaram a campanha Free Ronald Rios. Alguns chegaram a sugerir boicote à cerveja.

Escrito por Rafael Capanema às 18h32

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Blog mostra sanduíches escaneados

Raio-x-burguer

Mais um blog bem específico, o Scandwiches, que reúne imagens em alta qualidade de sanduíches escaneados, "para sua educação e deleite"

http://scanwiches.com/

Escrito por Daniela Arrais às 17h17

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Veja tabela periódica de personagens de games

Química

Que tal estudar a tabela periódica dos personagens de videogame?

Tem Sonic, Mario, Lara Croft, Homer... É divertido adivinhar que personagem é cada elemento  =)

A criação é do I Heart Chaos e está à venda, em formato de pôster, no RedBubble

Escrito por Daniela Arrais às 17h11

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Apple lança novo iPod shuffle

Surpresa

 

A Apple é famosa, entre outras coisas, por guardar bem seus segredos. Mas isso parece ter mudado um pouco ultimamente. O exemplo mais recente foram as fotos e vídeos do novo Mac mini que vazaram vários dias antes do lançamento oficial, revelando uma surpreendente... porta USB extra.

Enquanto explode o rumor que dá conta de um suposto netbook com tela sensível ao toque, a empresa aparece hoje com um novo iPod Shuffle, pegando todo mundo de surpresa, como nos velhos tempos.

Ele foi completamente redesenhado, está menor ainda, conta com o dobro de capacidade (4 Gbytes) e vem com sistema text-to-speech, que fala o nome das suas músicas e playlists em 14 idiomas (entre os quais, português).

Mas a mudança mais drástica é a dos controles de reprodução, que foram movidos para o cabo do fone de ouvido.

Sim, ter os controles no cabo do fone é prático, mas tê-los apenas lá é um problema. Quem convive com esses foninhos sabe que a durabilidade deles não é exatamente impressionante. Isso sem contar que o usuário perde a opção de usar fones de ouvido que não sejam da Apple a menos que ela lance um adaptador (vendido separadamente, é claro).

Escrito por Rafael Capanema às 10h31

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Leia entrevista com o coinventor da web

Cailliau

Photo Cern

Robert Cailliau, coinventor da World Wide Web

No meu primeiro contato com Robert Cailliau, para a matéria de hoje sobre os 20 anos da World Wide Web, perguntei se ele preferia conceder a entrevista por e-mail ou por telefone.

"E-mail", respondeu Cailliau, que, ao lado de Tim Berners-Lee, criou a WWW. "Estou extremamente ocupado, então qualquer coisa que possa ser feita assincronicamente é bem-vinda".

Mandei as perguntas à noite. Na manhã seguinte, já tinha as respostas –e elas eram ótimas.

Confira, abaixo, trechos que não couberam no papel.

FOLHA - Você não recomenda o Internet Explorer para visualizar seu site porque ele não é compatível com os padrões da W3C. Qual é a importância desses padrões?
ROBERT CAILLIAU -
Acho que as pessoas que ainda usam Windows devem simplesmente baixar Firefox, Safari ou Opera, que são os navegadores mais compatíveis atualmente. Em outras plataformas não há problemas significantes em que eu consiga pensar. Os padrões são o coração da web (e da internet!). A menos que um site e um navegador concordem no significado do código que está entre eles, a página não pode ser exibida. De qualquer forma, como é que uma empresa grande, que se pretende de vanguarda, não consegue fornecer um navegador com o mesmo nível de integração com padrões enquanto uma penca de desenvolvedores faz isso de graça durante seu tempo livre?
Desde o começo eu digo aos criadores de navegadores que há pouco espaço para ser "melhor" do que a competição: se um navegador é completamente compatível e o site usa folhas de estilo corretamente, então o que o usuário vê DEVE ser IDÊNTICO em todos os navegadores! É o que nós QUEREMOS, não é um infeliz efeito colateral. Por isso, a única área em que uma empresa pode ser "melhor" seria em fazer um navegador mais rápido, menor, com menos bugs, e talvez um pouco mais amigável (favoritos, controle de segurança...) do que a competição. Mas não em como as coisas são exibidas.

FOLHA - O que você acha de sites de microblogging, como o Twitter?
CAILLIAU -
Não quero me meter nisso ou em qualquer uma desses sites sociais. Posso fazê-lo se e quando eles forem regulados por leis internacionais. Atualmente eles são totalmente descontrolados, você não sabe onde está sua informação, quem tem acesso a ela, quem a usa, e assim por diante. Basta acompanhar os debates recentes sobre o Facebook. Algumas pessoas têm medo de seus próprios governos, mas não do que os vilões comerciais podem estar dispostos a fazer. Serviços que propõem que você faça backup dos dados do seu computador na internet ou, pior, fornecem um software que funciona na internet (Google Docs, para citar um), são muito perigosos. Nós confiamos nos bancos com o nosso dinheiro, e olhe o que eles fizeram. Deveríamos confiar totalmente em companhias comerciais sem controle com nossos dados privados?

FOLHA - Há alguma nova tecnologia ou serviço da web que você considere inovadora ou promissora?
CAILLIAU - Não vejo algo novo desde 2000, aproximadamente. Ainda não usamos gráficos vetoriais (o primeiro tipo a aparecer, aliás) ou matemática rotineiramente porque os navegadores não conseguem lidar com eles adequadamente (ou de forma nenhuma, no caso do Internet Explorer), embora esses padrões importantes já existam há muitos anos. Temos um bom padrão para imagens: JPEG, e um para som: MP3 (e sucessores). Mas não temos padrões abertos e aceitos para filmes. Foi o Quicktime, depois o Windows Media, e agora parece ser o Flash. Mas todos eles são sistemas proprietários e fechados, com centenas de parâmetros tolos.

Escrito por Rafael Capanema às 01h24

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cofundador da Apple participa de programa de dança

Dança

Steve Wozniak, cofundador da Apple, participou do programa de TV "Dancing with the Stars" (dançando com as estrelas). Ele fez a performance com a dançarina ucraniana Karina Smirnoff. Confiram:

 

Escrito por Daniela Arrais às 14h51

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bacn é um e-mail que você quer, mas não agora

Quase spam


Publicada no blog da revista "Imprensa", começa assim uma crítica a uma controvertida reportagem de capa recente do caderno Informática da Folha:

Demorei a perceber que a chamada na capa da Folha de S.Paulo de hoje era literal. Falava algo sobre bacon e levava ao caderno Informática. Às 7 horas da manhã, toda lógica dá lugar ao princípio do menor movimento, mas fui longe demais: tal qual cookie, o biscoito de manteiga, farinha, ovos e chocolate, talvez bacon também tivesse dado nome a algum termo técnico da computação.

Como constata mais tarde o autor do post, a reportagem era, sim, "sobre bacon, o toucinho defumado de porco". Mas, pasmem, bacon também é "um termo técnico da computação", ainda que pouco difundido: mais precisamente, bacn (com a supressão da letra "o").

Trata-se de uma mensagem "melhor que spam, mas não tão boa quanto e-mail pessoal" –uma brincadeira com o termo spam, inspirado no nome de uma marca de apresuntado enlatado.

Bacn é "um e-mail que você quer, mas não agora". É algo que você escolheu receber, mas que nem sempre está disposto a ler e, apesar disso, quer continuar recebendo.

Uso o Gmail, que faz um bom trabalho em bloquear spam. Minhas agruras com e-mail, portanto, resumem-se a bacn: mensagens com ofertas de lojas on-line ou o boletim de lançamentos da locadora de que sou sócio, por exemplo.

Por algum motivo que desconheço, a maior parte dessas mensagens chega nas noites de domingo períodos que costumam ser, por si sós, melancólicos.

Um alerta de mensagem nova que se revela mero bacn, em plena noite de domingo, soa como uma versão atualizada do verso "o telefone chamou, foi engano", do mesmo compositor citado no meu post anterior.

E vocês, recebem muito bacn?

Escrito por Rafael Capanema às 23h41

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

iPhone queima depois de recarga

Queimou

Tim Colburne teve uma surpresa bem desagradável com seu iPhone. Ele plugou o aparelho na porta USB do computador para recarregá-lo. Três horas depois, o cabo pegou fogo.

O telefone continua funcionando, mas não consegue fazer recarga nem aceita transferência de dados. Ou seja, é uma questão de tempo para que ele se torne completamente inútil...

Alguém por aqui já enfrentou problema parecido?

Via Cult of Mac

Escrito por Daniela Arrais às 18h36

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Veja teclado de chocolate

Nham

Que delícia esse teclado de chocolate, hein? Boa opção de presente para a Páscoa que já insiste em se anunciar pra gente...  =)

Via Kuteev

Escrito por Daniela Arrais às 18h04

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jornais mostram o passado do Rio

Texto em profusão

Visitei hoje um site feinho, mas cheio de conteúdo.

Chama-se O Rio de Janeiro Através dos Jornais e é resultado de uma ampla pesquisa em dezenas de jornais, com informações desde 1888.

É tudo texto, texto, texto, mas também informação, informação e informação.

Traz artigos e lista títulos e manchetes, montando um panorama amplo do Rio visto pelos olhos da mídia.

Como qualquer levantamente desse gênero, tem o viés dos interesses de quem o produziu, mas, de qualquer forma, aborda temas bem diversificados, da Lei Áurea e do jogo do bicho à Revolta da Chibata, dos problemas da carestia ao fim da Primeira Guerra Mundial, chegando à Copa de 50 e ao golpe militar de 64.

Dá para passar um bom tempo mergulhado nessas páginas do passado.

Escrito por Rodolfo Lucena às 15h44

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Softwares estão cada vez mais engraçadinhos

Sem complexo de épico

Agrada-me, nos softwares de hoje, a informalidade.

Parece que, à medida que nos sentimos mais confortáveis com a tecnologia, menos se preocupam os softwares em parecer tão sérios, como na música do Tom Zé.

Alguns exemplos que me vêm à cabeça:

1. O Chrome, navegador do Google, oferece "Estatísticas para nerds":

2. Quando você digita "about:config" na barra de endereços do Firefox, para fazer configurações mais refinadas, recebe um aviso de que isso "pode anular sua garantia":

3. No Mac OS X, sistema operacional da Apple, este ícone representa um PC em uma rede:

Os leitores se lembram de mais exemplos?

Escrito por Rafael Capanema às 15h28

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Veja fotos da fundação do Yahoo

Túnel do tempo

Onde você estava em 1995? Jerry Yang e David Filo estavam fundando o Yahoo! em um pequeno escritório nos Estados Unidos

Mais fotos dessa época no blog comporativo da empresa: http://ycorpblog.com/2009/03/02/where-were-you-in-1995/

Escrito por Daniela Arrais às 16h32

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

O Blog de Tec é uma extensão da cobertura sobre tecnologia da Folha. É produzido por Alexandre Orrico, Emerson Kimura e Rafael Capanema.

BUSCA NO BLOG


SITES RELACIONADOS

RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. � proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.