Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 

South Park, legal, gratuito e on-line

Mas...

O blog Last100 informa que a MTV pretende colocar todos os episódios do melhor desenho animado da história, South Park, gratuitamente na internet. Isso vai acontecer "em algum momento do ano que vem". Hoje, é possível ver trechos no site de sua produtora, a Comedy Central (escolha o clipe, sente e espere).

A idéia vem no embalo do sucesso que The Daily Show conseguiu na plataforma on-line. Fui dar uma olhada neste site e sim, os filmes estão disponíveis para o Brasil.

Mas suspeito que quando a novidade que me interessa mesmo --Daily Show? puft-- chegar... tudo vai ser diferente, e, mais uma vez (Hulu, ABC etc.), estaremos bloqueados. O que Cartman diria? (Não falem).

Abaixo, um pedacinho do primeiro episódio do desenho. Tem dez anos já.

>

 

Escrito por Gustavo Villas Boas às 20h06

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vibrador toca com o celular

TrimTrim

A boutique erótica Revelateurs vende uma espécie de acompanhante para o toque de celular bastante, bastante e bastante personalizado. "A chamada, recebida ou feita pelo aparelho, ativa 3 diferentes vibrações em seqüência", informa a assessoria de imprensa.

O produto é um dildonic --aprendi anteontem--. Descubram o que é um dildo na Wikipédia. E não, eu não testei.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 17h42

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Steve Jobs, o cara

Poderoso

Saiu hoje, na Folha de S.Paulo:

O presidente da Apple, Steve Jobs, é a pessoa mais poderosa do mundo dos negócios, segundo a "Fortune". De acordo com a revista, ele comanda uma empresa "que é um mosquito em meio a elefantes", mas consegue atrair a atenção de Hollywood, da indústria de telefonia celular e fonográfica, entre outras, graças a invenções como o iPod e o iPhone.

Leia mais aqui

Não é sobre a notícia acima, mas...

Já brinquei bastante com o iPod Touch, uma espécie de iPhone sem celular. Ontem, mexi um pouco em um iPhone semi-bloqueado de um amigo.

A empresa de Jobs deu uma tacada certa, certíssima. A interface de ambos é impressionante; a maioria dos celulares, ainda que façam a barba e abram cerveja, é de uma chatice sem fim, pelo menos para mim. Botões pequeninininininhos, telica, menus misteriosos. O iPhone não; seu problema é outro e grave: o celular é meu e eu uso ele na operadora que eu quiser.

Minha opinião: a corrida pelo portátil com maior poder de processamento e com mais funções, hoje, é menos importante do que a disputa pela facilidade de operar essas funções. E o telefone de Jobs está muito na frente nesse quesito --o bicho é revolucionário. É quase como comparar os antigos sistemas operacionais com as interfaces gráficas (Windows, Mac OS, Ubuntu), que a Apple também popularizou.

Veja abaixo um vídeo sobre eles

Escrito por Gustavo Villas Boas às 14h43

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

TV Digital é cara e para poucos

Hora de esperar

O caderno Informática de hoje dedica sua reportagem de capa ao início das transmissões digitais da TV aberta no Brasil.

Como apaixonados por tecnologia, deveríamos saudar esse momento, pois acredito que é o início da abertura de um sem-número de possibilidades de comunicação e interação.

Mas, se a TV digital apresenta enorme potencial, a TV real é menos entusiasmante.

Traz melhor imagem, sim, mas as transmissões inicialmente serão restritas a algumas áreas da Grande São Paulo. No novo sistema, a TV pega ou não pega, não tem essa de mais ou menos, com fantasma ou tremeliques. Então muitas áreas ficarão de fora.

Além disso, apenas parte da programação das emissoras será no novo sistema.

Pior: o programa que vai permitir a interação e outros mequetrefes saborosos da TV digital não ficou pronto. Por isso, os conversores vêm burrinhos, burrinhos, capazes apenas de fazer o básico, que é receber o sinal digital e transformá-lo em algo que as TVs possam exibir, sejam elas quais forem.

Quando o Ginga ficar disponível comercialmente, o que deve acontecer em algum momento ao longo de 2008, quem comprou o conversor burro perde o investimento, pois terá de comprar outro, inteligente.

Se, mesmo assim, você deseja experimentar a imagem digital, seu gasto ficará em torno de R$ 520, somando o preço de um conversor barato e uma antena UHF também barata. Sim, porque você vai precisar uma antena nova para captar o sinal digital.... E você vai ter de fazer a instalação...

Se você quiser comprar uma TV nova, o céu é o limite. Porque, para valer a pena mudar, você deve ir logo para o melhor, escolhendo um televisor de alta definição plena (o chamado full HD), de 1.080 linhas. Há os 1.080i e 1.080p --as letrinhas se referem ao modo como a imagem é formada na tela; o p é melhor.

Bem, por todas essa é que a manchete do caderno hoje, referindo-se à TV digital, cravou lá:

"Bonitinha... cara, burra e capenga".

Escrito por Rodolfo Lucena às 11h50

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Festival discute tecnologia

Mobilefest

O Mobilefest - Festival Internacional de Arte e Criatividade Móvel teve início na semana passada, no Sesc Avenida Paulista. A programação continua em dezembro, com a realização de Seminário Internacional, Mostra Internacional Expositiva e Mostra de Festivais Internacionais de Vídeos para Celulares, além de entrega de prêmio. Confira a programação:

Seminário Internacional

5 de dezembro

13h às 14h - Credenciamento

14h às 14h30 - Solenidade de abertura
Representante do SESC SP, Marcelo Godoy e Paulo Hartmann, idealizadores do Mobilefest. Representantes de órgãos públicos.

14h45 às 15h30 - Conferência de Abertura
Tema: Educação com dispositivos móveis, porque não?

Martin Owen - professor e pesquisador inglês especialista na área de tecnologia do aprendizado, Inglaterra.

15h30 às 19h - Mesa 1. Tema: A tecnologia móvel como ferramenta de educação e transformação.

Participantes videoconferência
Ronald Lenz - Waag Society Holanda
Graham Brow Martin - Fundador e gerente geral da Handheld Learning, Inglaterra 

Participantes presenciais
Irene Ficherman – Doutorandas em Engenharia Eletrica USP pesquisadora de M-learning.
Robson Lisboa - Gerente de Programação para Mobile Solutions do INDT 

Mediação: Marcelo Tas
Autor do Blog do Tas, no UOL, Coordenador de Criação do Telecurso 2000, da Fundação Roberto Marinho 

19h15 às 21h - Mesa 2. Tema: Ecologia - Descarte de baterias e uso da tecnologia móvel na diminuição do impacto na cadeia de carbono. 

Participantes presenciais
Renato Rollemberg - Ambientalista e empresário
Douglas Nadalini da Silva - Advogado especialista em direito ambiental
Clovis Borges - Presidente da SPVS - ONG que atua com recolhimento de baterias 

Mediação: Victor Rebouças
Empresário fundador da Zen Comunicações, diretor de criação e autor, com formação em Gestão Ambiental

6 de dezembro

4h às 18h30 Vídeo conferência com Universidade de Westminster, Londres 
Tema: Novas possibilidades de produção e distribuição de vídeos pelas redes móveis, conteúdo gerado pelo usuário e novas linguagens 

Participantes vídeo conferencia Londres
Daniel Florêncio - Trabalhou no lançamento da Current TV no Reino Unido.
Lisa Roberts - Organizadora do Festival Pocket Shorts, Inglaterra
Eva Weber – Diretora do média metragem premiado ”The intimacy of strangers”, Inglaterra
Cyrus Frisch - Diretor e produtor do filme, “Why didn’t anybody tell me that it would become this bad in Afghanistan”, Holanda
Max Schleser – Pesquisador de novas mídias e vídeo documentarista - Alemanha
Camille Backer – Doutoranda com o SMARTlab na University of East London 

Participantes presenciais
Alberto Tognazzi - Diretor do MovilFilm Fest, editor áudio-visual 1996, Espanha
Zico Góes - Diretor de Programação MTV
Maurício Hirata – Secretária do Audiovisual, Ministério da Cultura
Wagner Martins – Economista, criador do site Cocadaboa
Mauro Rubens – VJ e vídeo artista
Duncan Kennedy – Idealizador do Festival Mobifest Canadá 

Mediação
Rosana Herman – Mestre em física nuclear, jornalista e publicitária

18h30 às 19h - Entrega do Prêmio Mobilefest

19h15 às 20h - Vídeoconferência - Howard Rheingold
Tema: Smart Mobs 

20h às 22h - Debate com Howard Rheingold e convidados brasileiros
Tema: Futuro

Participantes presenciais
Eduardo Bicudo – Publicitário presidente da Wunderman
Sérgio Amadeu - Professor e pesquisador
Rogério da Costa – Mestre em Sociologia e Pesquisador
Renato Cruz – Jornalista especializado em tecnologias móveis 

Mediação
Paulo Henrique Ferreira - Jornalista

7 de dezembro

15h às 20h - Vídeoconferência com Universidade de New York - ITP (Interactive Telecommunications Program)
Tema: Arte e Tecnologia 

Participantes presenciais
Gabe Sawhney - Artista criador do projeto Murmur e Wireless Toronto, Canadá.
Fábio Fon - É artista multimídia e webdesigner 
Soraya Braz - É artista multimídia, pesquisa produção artística que faz uso de radiação eletromagnética.
Rachel Jacobs - Artista, consultora e co-fundadora do Active Ingredient - Inglaterra.
Russ Rive e Liana Brazil - Artistas de novas tecnologias – Superhuber
Geandre Tomazoni-Bijari 

Vídeo Conferência
Lucas Longo - Engenheiro e empresário brasileiro, mestrando no ITP
Jonah Brucker Cohen - Pesquisador e artista criador do Wifi liberator e simple text,  EUA
Norine Leddy - Artista e pesquisadora de Arte e Tecnologia, EUA
Kati London  - Pesquisadora em Arte e Tecnologia desenvolvedora do projeto Botanicalls – EUA
Kate Bauer – Pesquisadora Arte tecnologia ITP, EUA 
 
Mediação
Giselle Beiguelman - artista de novas mídias e ensaísta multimídia, professora de Comunicação e Semiótica na PUC - SP

Sobre as mostras, confira a programação no site do evento

Escrito por Daniela Arrais às 20h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Site registra homicídios

PEbodycount

O PEbodycount é assunto no caderno Informática de hoje. O site registra homicídios ocorridos em Pernambuco e ganhou recentemente o Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, na categoria internet. Confira a entrevista com João Valadares, um dos jornalistas que edita o site.

CIRCUITO INTEGRADO - Como surgiu a idéia para o site?

JOÃO VALADARES - Nós quatro somos jornalistas e cobrimos a área de segurança pública há muito tempo em Pernambuco. O blog é um amadurecimento deste nosso trabalho. É um passo a mais. Imaginamos o que nós poderíamos fazer para tentar ajudar a construir saídas coletivas para o problema. Resolvemos então criar um espaço demócratico de convergência de análises, denúncias, críticas e tudo que estivesse ligado ao tema. Fizemos um texto de apresentação do blog. Vou transcrevê-lo para você entender melhor o nosso princípio. Lá vai: "O PEbodycount nasce da inquietação. Surge para transformar a perplexidade passiva, de um Estado de vidas abreviadas à bala, em sentimento de que é possível construir saídas coletivas. Acreditamos que não basta indignação. Os caminhos existem e descobri-los é uma missão difícil. Mas possível. É preciso iniciar o percurso. O PEbodycount apresenta-se como uma ferramenta para ajudar a trilhar estes caminhos. Não queremos apenas contar cadáveres. Queremos também contar histórias e ajudar a mudar realidades. O blog é uma organização apartidária e sem fins lucrativos. O PEbodycount é um ponto de confluência de análises, críticas, denúncias e sugestões para implementação de políticas de segurança pública. O espaço aberto funciona, terminantemente, como um centro irradiador de cobrança diante do quadro de alarme. Cada morte registrada no contador alimenta a cobrança e, especialmente, a busca por saídas coletivas. A necessidade de utilizar o nome em inglês num Estado culturalmente tão  forte se impõe ao fato de que o site une-se ao Riobodycount e Iraqbodycount, locais onde os mortos já começaram a ser contabilizados e divulgados diariamente na internet."

CI - Que resultados efetivos vocês já conseguiram com a contagem diária de homicídios?

JV - Ao longo da nossa caminhada, conseguimos algumas vitórias. Dois meses depois que iniciarmos a contabilização, o governo do Estado passou a publicar diariamente os nomes de todas as vítimas de homicídio no Estado no site oficial da Secretaria de Defesa Social. É o reconhecimento oficial de que o problema é muito grave. Outra questão é que a cidade passou a debater a violência. Os debates sobre o assunto tornaram-se mais freqüentes. Trouxemos para cá Huco Acerro, o homem que comandou a redução de assassinatos em Bogotá, na Colômbia. Trouxemos também o roteirista de "Tropa de Elite", Rodrigo Pimentel. Outras instituições e universidades passaram a focar suas ações na questão dos homicídios no Estado. Outra questão importante é que, após uma série de denúncias do blog sobre a violência policial no bairro dos Coelhos e recusa das pessoas em denunciar o problema por temer algum tipo de represália, fizemos uma série de postagens, e o governo está com um projeto para levar a corregedoria
 às comunidades. Ainda é apenas promessa, mas já existe a intenção. Estamos acompanhando de perto.

CI - Quantas visitas o site tem por mês?

JV - Nos cinco primeiros meses no ar, tivemos dois milhões de visitas. Por mês, uma média de 400 mil pages views. Neste tempo, conseguimos alcançar o segundo lugar em Pernambuco no ranking Technorati, que mede a credibilidade dos blogs na internet.

CI - Como a denúncia diária sobre os homicídios contribui para o combate à violência?

JV - Estamos utilizando a informação como um mecanismo de pressão e cobrança. Hoje, é possível saber quantas pessoas morrem por dia no nosso Estado. Contribuímos para o combate à violência a partir do momento em que a cidade passou a se envolver com o tema. Não podemos deixar este assunto na gaveta. O desafio é grande, mas, aos poucos, estamos conseguindo retirar debaixo do tapete todas as questões que alimentam os homicídios em Pernambuco.

 

 

Escrito por Daniela Arrais às 18h25

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Nintendo tira zero em avaliação do Greenpeace

0

Se fosse o Campeonato Brasileiro, até o Corinthians estaria na frente.

Em um ranking feito freqüentemente pelo Greenpeace, que avalia políticas e práticas de retorno dos produtos descartados pelos clientes e eliminação de elementos químicos nocivos das maiores empresas de tecnologia, a Nintendo levou um redondo zero.

A pontuação é feita levando em conta diversos critérios que são avaliados de acordo com informações públicas das empresas. Sony Ericsson e Samsung ficaram na ponta.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 15h45

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Paris está em chamas

Protestos do subúrbio

Não tem nada a ver com informática, mas a foto da Reuters impressiona. Jovens encapuzados, armados de bastões, caminham em frente a um carro queimado, em mais uma manifestação nos subúrbios de Paris, um dia depois que uma acidente envolvendo um carro da polícia e uma moto deixou dois garotos mortos em Villiers le Bel.

Escrito por Rodolfo Lucena às 18h48

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Anúncios provocam demissão em Londres

Justa (???) causa

Foi demitida a mulher que empresta sua voz para os populares anúncios no metrô de Londres. Emma Clarke, 36, colou em seu site paródias dos anúncios tirando sarros de turistas americanos e fazendo outros chistes brejeiros.

Usando o mesmo tom doce e apaziguador que emprega para dizer "Mind the gap" (cuidado com o vão), alertando os usuários que embarcam e desembarcam no metrô londrino, ela gravou gracinhas como:

"Gostaríamos de lembrar aos nossos amigos turistas americanos que vocês estão falando muito alto" e "Por favor, pode parar por aí mesmo, você aí, passageiro de camisa vermelha que finge ler um jornal, mas está olhando para os peitos daquela mulher".

Para ouvir as gravações, clique AQUI. O link está correto, mas o site está inundado por acessos. Se não conseguir, tente em outro momento, pois uma hora vai dar certo.

Escrito por Rodolfo Lucena às 18h13

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Movimento busca apoio de internautas contra a violência

Em defesa da mulher

A atriz australiana Nicole Kidman é uma das estrelas a apoiar o lançamento de uma campanha das Nações Unidas exigindo ação para acabar com a violência contra as mulheres.

Trata-se de uma abaixo-assinado chamado "Diga NÃO à violência contra as mulheres", que tem uma versão internética AQUI.

Kidman, que é embaixadora do Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento das Mulheres, não participou do evento, mas divulgou nota de apoio, dizendo ter sido uma das primeiras a assinar a petição.

Estatísticas do fundo indicam que uma em cada três mulheres no mundo foi ou será vítima de violência, seja em casa, seja nas ruas, em regiões conflagradas ou países em paz.

Escrito por Rodolfo Lucena às 18h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Miguxos contra o internetês 2

Uma coisa é uma coisa

No post em que falo do internetês, Fernando, de sorocaba, diz uma coisa importante: "A linguaguem onde o ''é'' vira ''eh'' e outros termos, que no momento não me ocorrem, tem origem com o advento do aparelho de telex."

Como outros comentaristas, ele ressalta uma diferença que eu concordo e tento desenvolver mais agora: existe um internetês que é escrever errado por uma questão estética (para dizer o mínimo), que é aquela coisa axXimMm. Eu, particulamente, não vejo muito sentido.

E exite outro, que existe (ou surgiu) por questões técnicas, como devia ser no caso do telex.

Lembro que quando eu usava o IRC como bate-papo, quem escrevia corretamente era até criticado, porque, em alguns clientes (os softwares que acessavam os servidores de IRC, não era pelo navegador _o mais famoso é o Mirc), os acentos saíam em código e não apareciam graficamente. Os textos ficavam horrorosos, dava um trabalho imenso para ler. O mesmo acontecia com muitos e-mails.

NÃO usar os acentos e cedilha, se não me engano,  estava até em manuais de netiqueta. Agora esse problema é bem mais raro, mas como aconteceu comigo, quem não está em um teclado padrão brasileiro e quer se fazer entendido sem perder muito tempo escrevendo usa o eh no lugar do e.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 14h39

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Carro com patrocínio pela internet

Carro novo

Cansado de pegar cinco ônibus por dia, o estudante de administração Felipe Matos, 23, decidiu vender espaços publicitários na lataria do seu "futuro carro". Criou o site PatrocineMeuCarro, dividiu o futuro automóvel em 519 pedaços de 18 x 14 cm e ofereceu o espaço para empresas interessadas em pagar R$ 100 por um quadradinho. Na semana passada, ele conseguiu dar entrada em um financiamento de um Fiesta. Nos próximos seis meses, os anúncios ficarão fixados como adesivos no carro, chamando a atenção de quem passa pelas ruas de Belo Horizonte, cidade onde vive o estudante. Em seu blog, Felipe informa os anúncios continuam aberto a patrocinadores.

Escrito por Daniela Arrais às 12h29

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ginga, samba e swing

Com ziriguidum

Pesquisando sobre TV digital, verifiquei que o nome do sistema do padrão brasileiro de TV que irá promover a interatividade é Ginga (ok, isso não é nenhuma novidade para quem está acompanhando o assunto). A questão é que lembrei de outros nomes que lembram dança, ritmo, balanço, mas se referem à tecnologia —e não das mais acessíveis ao usuário leigo.

Samba, por exemplo, é um conjunto de programas de código-aberto que permitem que computadores com Linux/Unix conversem com aqueles que usam Windows; por exemplo, imprimir um arquivo que esteja num servidor Linux a partir de um PC com Windows.

Outro nome é Swing, uma API (ferramenta) para construção de programas em Java (uma linguagem de programação bastante usada tanto em programas para celulares quanto para internet).

O curioso é que a maioria dos programadores e analistas de sistema que eu conheço rejeita qualquer música que esteja ligada à ginga, samba ou swing.

A tempo: Ginga, segundo o dicionário Aurélio, é "movimento fundamental, do qual partem todos os golpes ofensivos ou defensivos, e em que o capoeirista, agitando-se sem deixar de manter a base de apoio, em conjugação com as mãos, procura iludir e desnortear o adversário".

Samba, segundo a Wikipedia, é a principal forma de música de raízes africanas surgidas no Brasil e teria origem em semba, um ritmo religioso angolano, cujo nome significa umbigada.

Swing, no entanto, tem uma infinidade de significados distintos: além de relação com música, há significados relacionados à política, esporte e poligamia. Confira na Wikipedia, em inglês.

Escrito por Camila Rodrigues às 11h44

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Miguxos contra o internetês

Foi mal

Escrevi um post em um teclado padrão norte-americano, não usei acentos e, para substituir o é, apelei para o eh.

Achei que a leitura ficaria ainda mais confusa sem o agá.

Expliquei isso no pé do post; mesmo assim os leitores não gostaram. Acho sensacional o número de críticas ao internetês, mas mais surpreendente é a quantidade de internetês espalhado pela rede.

Miguxos, qual é o problema de escrever axim?

Escrito por Gustavo Villas Boas às 18h27

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Comédia

Os geeks e a louraça

Eu estou me divertindo com a série estrelada por dois loucos por ciência e tecnologia que entrou no ar neste mês na Warner.

Tudo bem, a trama é superbatida, mas os atores Johnny Galecky e Jim Parsons, que interpretam os prodígios em química, física, cálculo diferencial ou qualquer outra coisa no terreno da ciência estratosférica, dão um show.

Eles dividiam tranqüilamente um apartamento decorado à moda geek --a cortina do banheiro traz estampada a tabela periódica-- quando um furacão adentra o prédio: o apartamento em frente ao deles é alugado por uma loura cheia de curvas e falha nas sinapses: Penny, vivida por Kaley Cuoco, é especialista em fazer cara de "não-tô-entendendo".

Os hormônios falam mais alto, entram em ebulição e dão o maior calor na vida dois dois geeks e na de seus colegas não menos doidinhos pelo maravilhoso mundo da tecnologia e da ciência pura.

Bom, o site oficial da série, que começou neste ano nos EUA, está AQUI.

Escrito por Rodolfo Lucena às 18h07

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pesquisa: 1 em 4 acham bancos on-line inseguros

Perigo?

Uma pesquisa do Virus Bulletin respondida, na maioria das vezes, por profissionais da segurança, mostrou que um em quatro entrevistados acham inseguro usar o banco on-line.

Eu estaria entre eles _até receber uma dica excelente outro dia. Fazer as compras on-line usando o Linux.

O Ubuntu novo está muito fácil de instalar no mesmo disco que ja está o Windows. Quem me deu a dica reservou 10 GBytes para usar o Ubuntu para atividades financeiras na rede.

Também dá para usar o Live CD (basta baixar e gravar o sistema em um disco e dar boot pelo leitor de CD), sem precisar instalar o programa na máquina. Ele já vem com o Firefox.

E, de quebra, é uma forma de se acostumar com o sistema operacional gratuito e muito, mas muito mais seguro que os sistemas proprietários --especialmente o da Microsoft.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 17h33

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Internet livre

Pela liberdade

Richard Stallman, fundador da Free Software Foundation e um dos autores do projeto GNU/Linux, esteve hoje na Escola Politécnica da USP. Um dos criadores do conceito de software livre, Stallman defendeu a troca on-line de músicas e vídeos, o fim do copyright (ou pelo menos a flexibilização dele) e a proibição de uso de qualquer tipo de programa que impeça o usuário de fazer modificações em seus códigos. Para Stallman, "compartilhar é amizade, solidariedade social. Atacar o compartilhamento é atacar a sociedade." Confira alguns tópicos da apresentação.

Software livre - É aquele que respeita a liberdade do usuário, adaptando-se às necessidades deles. Esse tipo de software tem que atender a quatro "princípios": 1) O usuário deve rodar o programa do jeito que quiser; 2) Ele tem que conseguir estudar o código do programa para fazer as modificações que quiser; 3) Ele tem que ser livre para compartilhar o software com seus vizinhos; 4) Ele tem que ser livre para distribuir com a comunidade as versões modificadas.

Copyright - A Constituição dos Estados Unidos permitia a opção pelo copyright em caso de a obra ser ligada ao progresso. O tempo de duração do cpyright era limitado. Era uma regulação. Hoje é uma restrição imposta aos criadores. E é prejudicial na era da comunicação via computador.

DRM - O primeiro exemplo de DRM (Digital Rights Management ou Gestão de Direitos Digitais, que restringe a cópia de produtos protegidos por copyright) é o DVD, que tem formato fechado. "Nunca comptre ou aceite qualquer mídia protegida por DRM, a não ser que você tenha um caminho para destravar aquilo. Não alimente os inimigos! Nós temos que fazer pequenos sacrifícios por nossa liberdade", disse Stallman.

Democracia - Um governo democrático deveria diminuir o poder do copyright. A sugestão de Stallman é que o copyright dure 10 anos. Após esse período pode mudar a proposta para mais ou menos tempo.

Compartilhamento de músicas e filmes - As gravadoras argumentam que os artistas perdem quando os usuários baixam suas músicas, em vez de comprar um CD físico na loja. Para Stallman, esse tipo de afirmação contém apenas 10% de verdade, pois o lucro dos artistas não é obtido pela venda em lojas. O dinheiro da compra em lojas vai direto para as gravadoras, que investiram em produção e publicidade. Quando se trata se grandes artistas, aí sim alguma parte desse dinheiro pode ficar para a banda. Mas não é isso que acontece com a maioria dos artistas, afirma Stallman, que vê no compartilhamento on-line mais uma maneira de os artistas atingirem seu público. "Legalizar essa troca é necessário para a liberdade e, também, para a música. Quando as pessoas compartilham, aumentam as chances de sucesso". Ele finalizou propondo uma forma alternativa de pagar aos músicos: "Usuários poderiam mandar um dólar para seus artistas favoritos", pois assim não seriam chamados de ladrões, piratas que devem ir para cadeia por compartilhar músicas.

Por Daniela Arrais

Escrito por Gustavo Villas Boas às 18h34

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Na Alemanha, iPhone tem problemas com a Justiça

Bem feito

Na Alemanha, a justiça foi feita, ao menos temporariamente (em duas semanas, outra audiência): a T-Mobile foi proibida de vender o iPhone com contrato que prende o usuário por dois anos. De lambuja, o celular deve poder funcionar em redes de outras empresas.

Leia aqui: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u347215.shtml

Escrito por Gustavo Villas Boas às 17h39

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Onde foi parar Blanka, do Street Fighter?

Anos depois

A decadência chegou até para os guerreiros de Street Fighter, o jogo de lutas que bombou nos fliperamas na década de 1990. O College Humor tem uma impagável série que mostra o que os lutadores estão fazendo depois dos 15 minutos de fama.

Veja o trailer:

Escrito por Gustavo Villas Boas às 16h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Chega conversor de TV Digital de menos de R$ 500

Mais popular

A Positivo Informática acaba de anunciar um conversor para TV Digital de R$ 499 para televisores de tubo e LCD/plasma que não são de alta definição, o DigiTV Positivo.

O equipamento para os televisores mais sofisticados, o DigiTV HD Positivo, custará R$ 699. Até agora, os preços de todos os conversores giravam em torno de R$ 600 e R$ 700.

Escrito por Camila Rodrigues às 14h25

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Requisitos mínimos para jogar o Crysis

Tem que ser potente!

Conforme prometido na edição de hoje do caderno Informática, segue as configurações para jogar o Crysis —mínimas (para rodar com sofrimento) e recomendadas (para ter o mínimo de conforto):

Configuração mínima:
>Processador: Pentium 4 2.8 GHz (3.2 GHz para o Vista), Intel Core 2 GHz (2.2 GHz para o Vista) ou Athlon 2800+ (3200+ para o Vista)
>Memória RAM: 1 Gbyte (1.5 Gbyte para o Vista)
>Sistema operacional: Windows XP ou Vista
>Placa de vídeo: GeForce 6800 GT ou Radeon 9800 Pro (Radeon X800 Pro para o Vista) com 256 Mbytes de memória, excluindo as edições para notebooks
>Disco rígido: 12 Gbytes
>Placa de Som: compatível com DirectX 9.0c
 
Configuração recomendada
>Processador: Intel Core 2 Duo 2.2GHz ou Athlon-64/X2 4400+
Memória RAM: 2 Gbytes
>Placa de vídeo: GeForce 8800 GTS de 640 Mbytes (sem correspondência para a placa da ATI devido à parceria tecnológica da Crytek com a Nvidia)

Escrito por Camila Rodrigues às 13h04

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

20 blogs europeus

Pelo mundo

Saiba quais são os 20 blogs europeus mais influentes em quatro países _Espanha, França, Alemanha e Itália. A lista foi elaborada por Frederic Martin, com base na ferramenta Wikio, que agrega feeds e publica rankings locais de blogs.

1) Microservios, da Espanha
2) TechCrunch, da França
3) Basic Thinking, da Alemanha
4) Il Blog di Beppe Grillo, da Itália
5) Genbeta, da Espanha
6) Presse Citron, da França
7) Mangas Verdes, da Espanha
8) Stefan Niggemeier, da Alemanha
9) Spreeblick, da Alemanha
10) Mashable, da França
11) Alt 1040, da Espanha
12) Big Bang Blog, da França
13) Loic Le Meur, da França
14) Fred Cavazza, da França
15) Geekissimo, da Itália
16) Netzpolitik.org, da Alemanha
17) Loogic, da Espanha
18) Bild Blog, da Alemanha
19) Blogscout, da Alemanha
20) Error 500, da Espanha

 

Por Daniela Arrais

Escrito por Gustavo Villas Boas às 19h27

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Firefox 3 beta 1 não está em português

Primeiro contato

Baixamos o beta do Firefox 3, versão mais nova do navegador de código aberto que é o principal concorrente do Internet Explorer, publicada hoje. Na página de downloads, que disponibiliza o aplicativo em 20 línguas, inclusive ucraniano, não é possível encontrá-lo em português.

Ele está disponível para Windows, Mac e Linux e, segundo o site da fundação Mozilla vem com anti-virus integrado e, agora, é compatível com as regras de controle de pais do Windows Vista

Abaixo, minhas primeiras impressões:

*Estrela ao lado da barra de endereço facilita acrescentar um site ou tirá-lo da lista de favoritos

*Os add-ons (outro nome para plug-ins ou programinhas que incrementam a navegação) que estavam instalados anteriormente não aparecem depois que a versão nova for instalada. Talvez por isso, a página inicial conta com um link sugerindo a instalação de add-ons

* Links que costumavam abrir páginas em outras janelas estão abrindo-as em outra aba, o que, na minha opinião, é melhor para organizar

* Tive problemas para fazer este post, que teve de ser colocado pelo Internet Explorer; os links da barra de ferramentas do blog do uol simplesmente desaparecem

Quem já baixou o programa? O que achou? Mande sua opinião

Escrito por Camila Rodrigues às 19h01

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Zune na frente do iPod na Amazon

Zunindo

Sabe o irrelevante tocador de MP3 da turma de Bill Gates, o bonitinho Zune? Deu no Business Journal, mas você pode ir até lá checar: o bicho, em sua versão de 30Gbytes, é o tocador multimídia best seller na Amazon.

 

Ok, é surpreendente. Não cai como uma luva, mas eu me lembro da frase: "estatística é como torturar os números até eles dizerem o que você quer". É que entre os dez mais vendidos, 7 são modelos de iPod, 2 de Zune e um do Sansa, da SanDisk.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 15h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PC com Linux bomba no Wal-Mart

Vendeu bem

De acordo com o site DesktopLinux, é preciso muita sorte para encontrar uma unidade do Everex TC2502, que custa apenas US$ 200 e vem com o sistema operacional gOS, baseado no Ubuntu.

Os consumidores deram conta de quase 10 mil unidades da máquina em duas semanas. O site diz que a companhia falhou em antecipar o sucesso do produto.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 13h37

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

YouTube vai ter vídeos em alta definição

Detalhes tão pequenos

Durante a NewTeevee Live, conferência sobre vídeos on-line, Steve Chen, co-fundador do YouTube, anunciou que o site vai ter streaming de vídeos em alta definição, informa o Webware.

De acordo com que disse Chen ao site, o novo tocador que permitirá a alta qualidade deve estar disponível a todos os usuários em três meses e vai detectar a velocidade de conexão do usuário e transmitir em na qualidade adequada a ela.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 19h17

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vice-presidente do Google faz graca no Brasil

Pano rapido

Vint Cerf, considerado um dos pais da internet (co-desenvolvedor do protocolo TCP/IP), presidente do Icann (mas com sucessor eleito) e um dos vice-presidentes do Google tambem eh engracadinho.

Em um dos eventos do Forum de Governanca da Internet (IGF), que discutia a qualidade e credibilidade do conteudo da internet, Cerf disse que o objetivo do Google eh apenas e tao somente indexar todo o conteudo colocado na internet; o megabuscador nao tenta qualificar a relevancia da qualidade do conteudo.

Cerf estava em uma conversa, digamos, mais animada com um dos participantes da mesa, que argumentava que o Google deveria filtrar o conteudo usando a qualidade e credibilidade como criterios tambem.

"O Google nao se trata disso", disse Cerf.

"Mas para meu filho de nove anos o Google eh a verdade, ele diz: esta no Google", --rebateu o palestrante.

"Entao o problema nao eh com o Google, eh de criacao", rebateu Cerf, para aplausos de partes dos presentes e constrangimento de outros.

----

No Circo Voador, tradicional casa noturna nos pehs dos Arcos da Lapa, acontecem eventos paralelos ao IGF. Segundo me relataram duas pessoas do Ministerio da Cultura que cuidavam da transmissao dos eventos por streaming, um blogueiro do www.boingboing.net ficou surpreso com a tecnologia usada na transmissao. "Mas voces fazem isso soh com software livre?"

----

Uma das palavras mais repetidas em todos os eventos de que participei eh diversidade. Mas, como todo mundo que leu ateh aqui ja reparou, o teclado nao eh no padrao brasileiro. Desculpe pela falta de acentos.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 12h16

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

teens na rede

Adolescentes on-line

 

A edição de hoje do caderno Infomática trata sobre a questão da privacidade na internet. Em uma entrevista que ficou de fora da edição, a escritora Anastasia Goodstein fala sobre o comportamento dos adolescentes em relação ao tema. Anastasia é autora do livro "Totally Wired: What Teens and Tweens Are Really Doing Online" (totalmente conectado: o que os adolescentes e os pré-adolescentes realmente fazem on-line).

 

Circuito Integrado – O que os adolescentes andam fazendo na internet?

Anastasia Goodstein - Adolescentes estão fazendo, basicamente, o que adolescentes sempre fizeram offline. Agora eles estão fazendo isso no meio digital. Eles estão falando uns com os outros sem parar, ouvindo música e jogando. A internet amplifica todos esses comportamentos offline, dando aos adolescentes mais ferramentas para ficarem conectados 24/7 (24 horas por dia, 7 dias por semana), mais jeitos de achar e ouvir música e desenvolver habilidade de jogar com gente do mundo inteiro.

 

CI – O que esse comportamento no meio digital representa?

AG - Isso representa novos desafios como “o que significa viver tanto de suas vidas em um espaço virtual público?”. A realidade de que a tecnologia acrescenta um senso de distância, permitindo que adolescentes falem mais e sejam mais cruéis, e a natureza viral da internet, que pode espalhar qualquer coisa que os adolescentes estejam falando ou postando, para uma audiência cada vez maior.

 

CI – Quais são os aspectos positivos e negativos de passar tanto tempo on-line?

AG – Passar muito tempo on-line ajuda os adolescents a aumentarem seu vocabulário, já que eles têm que ler e digitar para conversar ou se comunicar. Eles também desenvolvem habilidades cognitivas quando jogam videogame, quando encontram soluções para programas e quando aprendem sobre milhões de novos recursos. Os desafios são manter a reputação on-line dele e ententer o que é apropriado postar. Isso sem falar no cyberbulling e nos spammers e scammers. Outro desafio é encontrar fonts confiáveis na internet.

 

CI – Você ficou surpresa ao conhecer melhor o comportamento dos adolescentes?

AG – Sim, o que mais me surpreende é como esta geração de adolescentes se sente confortável em viver tanto de suas vidas de forma on-line. E como a visão de privacidade deles é tão diferente da de outras gerações. Nós estamos vivendo em uma cultura saturada por celebridades e reality shows. Todo mundo tem um perfil ou divulga sua vida no YouTube ou informa cada passo no Twitter. Eles têm necessidade de compartilhar o que estão fazendo não só com os amigos mas com o resto do mundo, e isso representa uma grande mudança.

 

Por Daniela Arrais

Escrito por Gustavo Villas Boas às 18h49

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

camiseta para geeks

Moda 2.0

A Spreadshit lançou um modelo de camiseta que promete fazer a alegria dos geeks e nerds. Batizada de "Are you Social?" (você é sociável?), a camiseta reúne 79 sites e redes sociais em forma de boxes coloridos _ao lado de cada um, um quadrinho de checagem permite que você marque aquelas de que faz parte. Se mesmo com tantas opções você não encontrar seu lugar na rede, a camiseta ainda conta com três boxes em branco prontos para serem preenchidos. O TechDigest sugere que a camiseta seja usada em eventos sobre web 2.0. Os preços variam de US$ 16,90 a US$ 25,90.

Por Daniela Arrais

Escrito por Gustavo Villas Boas às 18h19

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Praga TIM é enviada para usuária da Vivo

Videomensagem phishing

Recebi um e-mail hoje do remetente timbrasil@tim.com.br que me prometia uma video-mensagem. Veja abaixo:

Percebi na hora porque, além de eu ser usuária da Vivo, o phishing tem os tradicionais erros de português e o logotipo em baixíssima resolução.

Porém clientes da TIM que sejam um pouco distraídos ou que estejam esperando algum contato como esse podem cair com facilidade.

Este é um exemplo de phishing que utiliza a carência afetiva do usuário como isca em vez de usar mensagens sensacionalistas prometendo fotos de celebridades ou de acidentes escabrosos.

Escrito por Camila Rodrigues às 16h22

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Spammers: a cara de pau sem limites

Haja paciência

Rececer spam é uma das coisas mais desagradáveis que existe, certo? E receber spams que vendem serviços de spam (catálogo de endereços, software para envio de e-mails etc.)?

No e-mail recebido por um amigo e repórter de Esportes e repassado para mim, os caras oferecem até 50 milhões --repito, 50 milhões-- de e-mails. De quebra, você leva uma ferramenta que espalha 30 mil lixos por hora. Errado quem oferece e errado quem compra.

Existe como se defender? Nada é garantido, mas você pode ajudar sua paciência.

Primeiro, crie um e-mail gratuito para colocar em sites e formulários da internet. Use ele só para isso.

Não divulgue os e-mails em sites e blogs, mesmo que sejam seus sites e blogs. Os robôs que capturam endereços reconhecem e pegam. Uma opção é enganar esses autômatos. Use, por exemplo, a fórmula nome[arroba]email.com. Um humano entende que no lugar do [arroba] deve entrar... a @!

Outra coisa: sabe esses spams disfarçados que rodam por aí, como piadinhas, novos golpes na praça, doenças exóticas, crianças que precisam de ajuda? Eles não são tão inocentes; não responda e nunca repasse. Eles carregam seus endereços e uma hora chegam na mão dos spammers. Pronto, você é um dos 50 milhões que eu falo lá no alto.

Pois é. Haja paciência.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 19h01

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

YouTube: arquivos maiores, mais qualidade

Armas

Quando do lançamento do Hulu --site de vídeos da NBC e da News Corp--, o presidente da NBC, Jeff Zucker, disse, em clara provocação à baixa qualidade da maioria dos clipes do YouTube: "O Hulu é sobre vídeos de qualidade".

Ontem o YouTube deu o troco. Além do lançamento de um uploader que permite o envio de múltiplos vídeos (digamos que demorou um pouco, não?) ao site, também aumentou o tamanho máximo suportado, em Mbytes, dos clipes enviados. Antes, eram, no máximo, 100 Mbytes; agora, o máximo é de 1Gbyte. O tempo continuou o mesmo: 10 minutos, o que significa vídeos de maior qualidade de imagem.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 14h42

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

gOS: "o Google como sistema operacional"

Tudo on-line

Os fãs do Linux e do Google vão adorar o gOS. É um Ubuntu reformulado para parecer com o que seria o Google como sistema operacional da máquina. Não tem ligação oficial com a empresa do buscador. O que eu achei mais legal é que reforça a tendência da migração da base dos aplicativos do computador para a internet. Vem com ícones saltando na tela que levam direto a programas como o Gmail e o Google maps.

O LifeHacker destrinchou o bicho, e muita gente já falou dele. Se um dos leitores do blog fãs do Linux (ou do Google) já tiver testado o gOS, conte para a gente como foi.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 15h12

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Controle de pais faz parte do novo Windows Live

Controle do MSN

Filhos, preparem-se. Ontem, a Microsoft anunciou a versão final de seu pacote de aplicativos on-line, o Windows Live Serviços, que vem com uma ferramenta de controle de pais.

Funciona da seguinte forma: os pais têm de instalar o aplicativo no seu próprio computador e nos dos filhos. A partir daí, é possível controlar os sites que as crianças e adolescentes podem ou não acessar.

Mas o mais peculiar é o controle do MSN. Se algum pai ou mãe quiser, pode submeter à sua aprovação todos os contatos que os filhos adicionarem no Messenger.

Se muitos pais forem tecnologicamente atualizados e essa ferramenta se popularizar, a conseqüência é clara: a molecada vai mudar, em massa, de mensageiro instantâneo.

Ao comentar isso com a gerente de produtos da Microsoft, Priscila Alves, ela comentou que os pais brasileiros não costumam ser rígidos e que isso dificilmente seria adotado com adolescentes —por isso, é pouco provável que o êxodo dos adolescentes no MSN aconteça.

O que deu a entender é que, se alguém quiser, a ferramenta está lá, gratuita, mas não esse não é o software mais badalado do pacote que tem, até agora, seis aplicativos.

Você instalaria esse software no computador de seu filho? O que acha desse tipo de ferramenta? Comente!

Escrito por Camila Rodrigues às 14h14

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sony-BMG lança pendrive da cantora Jennifer Lopez

De madeira

Veja a versão USB do álbum Brave, de J-Lo, que contém 1 Gbyte de memória, será vendido por US$ 70 dólares.

Escrito por Camila Rodrigues às 13h50

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Confira a safra novembrina de games

Lista de sucessos

Na edição de hoje do caderno INFORMÁTICA, da Folha, publiquei uma reportagem de nosso colaborador Théo Azevedo apresentando os melhores jogos da safra internacional de lançamentos deste final de ano.

Claro que a seleção segue critérios arbitrários, ainda que também leve em consideração o desempenho de mercado das franquias e o interesse que têm despertado nos sites especializados.

Mas, além dos citados na edição impressa (AQUI, para assinantes da Folha e/ou do UOL), chegam muitos outros jogos bacanas.

Confira a seguir uma lista um pouco mais ampla dos games que começam a bater nas lojas norte-americanas.

É um resumão, com o nome do jogo, a plataforma e uma pequeníssima descrição.

Aproveite.

BlackSite: Area 51 (PC, PS3, X360)

Com táticas de esquadrão, combata alienígenas

Call of Duty 4 (PC, PS3, X360, DS)

Guerra moderna e com clima cinematográfico

Crysis (PC)

Ação em primeira pessoa com visual robusto

Dragon Quest Monsters (DS)

Capture e treine seu exército de criaturas

Empire Earth III (PC)

Construa um império ao longo de várias gerações

Gears of War (PC)

Sucesso do Xbox 360 ganha novidades no computador

Haze (PS3)

Terroristas e bandidos são inimigos de Jake Carpenter

Kane & Lynch: Dead Men (PC, PS3, X360)

Ação em terceira pessoa com estilo cooperativo

LEGO Star Wars: The Complete Saga "PS3, WII, X360, DS"

Os seis filmes de ‘Guerra nas Estrelas‘ remontados com Lego

Mario and Sonic: Olympic Games (WII)

Dois mascotes competem em modalidades olímpicas

Medal of Honor Heroes 2 (WII, PSP)

Seja um herói na Segunda Guerra

Rayman Raving Rabbids 2 (WII)

Uma nova batelada de minigames malucos

Resident Evil Umbrella Chronicles (WII)

Faça dos controles uma arma e acabe com os zumbis

Silent Hill: Origins (PSP)

O início da série de terror é contado no portátil

Soldier of Fortune: Pay Back (PC, PS3, X360)

Encare missões perigosas ao redor do planeta

Sonic Rivals 2 (PSP)

Coloque o porco-espinho azul para correr

Time Crisis 4 (PS3)

Empunhe a pistola e atire em tudo o que se mexe

Tomb Raider Anniversary (WII)

Primeiro episódio da série ganha remake

Viva Piñata (PC)

Crie um belo jardim para atrair as piñatas

Warhammer 40,000: Squad Command (PSP)

Ação se mistura à estratégia em turnos

Escrito por Rodolfo Lucena às 09h53

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Compre livros na internet

Sebos on-line

Quem gosta de comprar livros antigos ou usados e prefere fazer uma economia encontra na internet diversos endereços de sebos. A Estante Virtual, por exemplo, reúne o acervo de 650 sebos, livreiros e usuários. Confira endereços de outros sebos:

www.sebodobac.com

www.sebol.com.br

www.novafloresta.com.br

http://rsraridades.com.br/loja

www.livrariamemorial.com.br

www.traca.com.br

www.artsys.com.br/bagdabooks

www.seboalianca.com.br

www.booklovers.com.br

www.espacoalberico.com.br/indice2.htm

www.sebo.com.br

www.bazardaspalavras.com.br

www.reler.com.br

www.bibliomania.com.br

www.livrariacalil.com.br

www.sebocru.com/loja

www.seboliberdade.com.br

www.lbusedbookshop.com.br

www.sebojosedealencar.com.br

www.sebocentral.com.br

www.metidoasebo.com.br

www.praiadoslivros.com.br

www.clicklojas.com.br/seboportaldolivro

www.ventania.com.br

www.sebolandia.com.br

Por Daniela Arrais

Escrito por Gustavo Villas Boas às 19h15

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

GameSpot tem especial sobre o zumbi moderno

Zumbaria

O bom site de jogos GameSpot está com um especial sobre os zumbis. É engraçado, pena que em inglês. 

Os jogadores de Resident Evil que quiserem mais informações sobre os cadáveres animados, podem dar um pulo no How Stuffs Works

Escrito por Gustavo Villas Boas às 15h54

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Google domina a França. E o mundo?

Histórias de gigantes

De acordo com o blog Altsearchengines.com, o Google tem 90% da fatia de mercado de buscadores na França. O dado veio da tradução de um artigo em francês. De acordo com a Net Aplications, a coisa é menos exuberante em nível global: o megabuscador abocanhou 57% do mercado em outubro.

De qualquer forma, não basta a empresa que é quase sinônimo de internet comemorar tranquilamente. Como diz o Read Write Web, o Internet Explorer, da Microsoft, já atingiu a incrível proporção vista pelo Google na França no mercado mundial de navegadores neste século.

Sem muitas inovações, ou não tantas quanto o Firefox, o IE começou a ver fissuras causadas pelo programa gratuito em seu reinado monopólico. Que, é bom lembrar, conta com o dragão Windows na linha de frente.

Agora, de acordo com a Net Aplicattions, o IE tem 78% da fatia, em queda pequena mas constante. Em novembro de 2004, quando foi lançada a versão 1.0 do navegador da raposa, o IE tinha 91,35%.

Escrito por Gustavo Villas Boas às 08h31

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

MySpace também se aliará ao OpenSocial, do Google

Todos contra o Facebook

Deu no New York Times: o MySpace, que abriu sua plataforma de desenvolvimento há pouco mais de dez dias e tem 110 milhões de membros, entrará no grupo de redes sociais compatíveis com a plataforma concorrente OpenSocial, do Google.

Esse projeto, que permitirá que desenvolvedores criem aplicativos para o Orkut, recebeu a adesão também das redes sociais LinkedIn, o Friendster, o Hi5 e o Bebo. O Google informou hoje que ainda não conversaram com nenhuma rede social brasileira, mas que nada impede.

Do outro lado da briga, o Facebook estimula a criação de programas para a rede em seu formato proprietário.

Escrito por Camila Rodrigues às 17h27

Comentários (Comente) | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

O Blog de Tec é uma extensão da cobertura sobre tecnologia da Folha. É produzido por Alexandre Orrico, Emerson Kimura e Rafael Capanema.

BUSCA NO BLOG


SITES RELACIONADOS

RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. � proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.